PUBLICIDADE
Topo

Paulo Cupertino passará até 20 dias em cela isolada em presídio em SP

Paulo Cupertino foi preso como principal suspeito de executar o ator Rafael Miguel - Reprodução/ Brasil Urgente com Datena
Paulo Cupertino foi preso como principal suspeito de executar o ator Rafael Miguel Imagem: Reprodução/ Brasil Urgente com Datena

De Splash, em São Paulo

18/05/2022 12h39

Paulo Cupertino, principal suspeito de executar o ator Rafael Miguel e os pais do jovem em 2019, vai passar até 20 dias em isolamento numa cela no Centro de Detenção Provisória Belém 1, na zona leste de São Paulo.

Segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo), "esse procedimento é necessário para realização de triagem de saúde, além de verificação se o detento tem convívio com o restante da população prisional da unidade".

Em nota enviada a Splash, a SAP afirma que esse procedimento é padrão.

"Ele ficará na cela sozinho e fará três refeições sendo desjejum, almoço e jantar e receberá o kit higiene, contendo papel higiênico, sabonete, creme dental, aparelho de barbear, bem como travesseiro, laminado de espuma, lençol, toalha de banho e rosto, fronha, colcha e cobertas", diz o comunicado.

Cupertino foi preso na segunda-feira (16). Ele foi detido por policiais da 6ª seccional e encaminhado para o 98º Distrito Policial, localizado no Jardim Miriam, zona sul de São Paulo. A informação foi confirmada a Splash pela delegacia. Na sequência, ele foi levado para a DGP (Delegacia Geral de Polícia).

Ele era sogro do ator Rafael Miguel e é pai de Isabela Tibcherani, que por diversas vezes criticou Paulo e disse que ele era "homem agressivo, possessivo e egoísta".

Segundo informações do boletim de ocorrência, ao qual a reportagem do UOL teve acesso na época do crime, Cupertino era contra o namoro da filha com o ator de "Chiquititas" que ficou famoso ainda criança no comercial de TV em que pedia para a mãe comprar brócolis em um supermercado.