PUBLICIDADE
Topo

Gabby Petito foi assassinada pelo noivo, Brian Laundrie, conclui FBI

A influenciadora Gabby Petito e o noivo Brian Laundrie - Reprodução/Instagram
A influenciadora Gabby Petito e o noivo Brian Laundrie Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

21/01/2022 20h14Atualizada em 24/01/2022 10h03

A infuenciadora Gabby Petito foi assassinada pelo noivo Brian Laundrie, confirmou hoje o FBI. Em comunicado divulgado no site oficial, o Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos indicou que não foram identificados outros indivíduos envolvidos no caso.

Ela foi encontrada morta na Floresta Nacional de Bridger-Teton, no estado de Wyoming, no dia 21 de setembro. Já Laundrie teve os restos mortais achados na Carlton Reserve, no estado da Flórida, um mês depois. Ele era o principal suspeito do crime.

"Todas as etapas investigativas lógicas foram concluídas neste caso", disse o agente especial encarregado da Divisão de Denver do FBI, Michael Schneider.

"O foco principal do FBI durante toda a investigação foi trazer justiça à Gabby e sua família. O papel do público em nos ajudar nessa empreitada foi inestimável, pois a investigação foi coberta pela mídia em todo o mundo. Em nome do FBI, quero expressar minha mais profunda gratidão ao público pelas milhares de dicas que foram fornecidas durante a investigação e aos nossos parceiros locais, estaduais e federais de aplicação da lei por seu trabalho."

Mais cedo, a família de Gabby divulgou um comunicado no qual indicava não ter dúvidas quem foi culpado pelo caso.

"A família gostaria de agradecer ao FBI. Nós realmente apreciamos os esforços diligentes e meticulosos neste caso extremamente complicado. A qualidade, quantidade dos fatos e informações coletadas pela investigação não deixam dúvidas de que Brian Laundrie assassinou Gabby."

Relembre o caso

Gabby Petito e Brian Laundrie saíram em uma viagem pelos Estados Unidos em junho. O plano era percorrer a Costa Oeste do país de carro e conhecer todos os parques da região. No entanto, no dia 30 de agosto, a influenciadora parou de entrar em contato com a família, enquanto o rapaz voltou para sua casa, localizada em North Port, dois dias depois.

No dia 13 de setembro, os familiares de Laundrie informaram que ele também havia desaparecido. De acordo com a polícia à revista People, 'havia uma grande possibilidade' do homem ter morrido no mesmo dia que deixou a família.

O corpo de Petito foi encontrado no dia 21 de setembro e a equipe responsável apontou para estrangulamento como a causa da morte.

Brian, por outro lado, ficou foragido por quase um mês até a polícia encontrar restos mortais próximos à casa onde morava. Mais tarde, os especialistas confirmaram que os ossos eram dele.

Suspeita de agressão

Gabby Petito disse para a polícia que foi agredida pelo noivo - Reprodução - Reprodução
Gabby Petito disse para a polícia que foi agredida pelo noivo
Imagem: Reprodução

Uma gravação obtida pela Fox 13 Utah ainda em setembro mostrou que os policiais que pararam o casal na estrada em 12 de agosto, um mês antes do registro de desaparecimento da garota, sabiam que o rapaz havia batido na garota.

No áudio, eles são comunicados que testemunhas afirmaram que um rapaz havia batido na garota e saído com uma van branca com placa da Flórida em direção ao norte. Os policiais logo identificaram o carro e pararam o casal na estrada.

As imagens gravadas pela câmera de segurança acoplada no uniforme de um dos policiais mostram que Gabby Petito estava muito abalada e chorando, enquanto Brian Laundrie parecia calmo.

O noivo alegou para os policiais que a garota tinha problemas com saúde mental, estava desequilibrada e havia batido nele. Mesmo levada para longe do rapaz, Gabby não negou a versão e apenas chorava, pedia desculpas e alegou que eles tinham discutido.