PUBLICIDADE
Topo

Pais de ex-noivo de Gabby Petito descobriram e esconderam arma do filho

Gabby Petito e o ex-noivo, Brian Laundrie - Reprodução/Instagram
Gabby Petito e o ex-noivo, Brian Laundrie Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

27/11/2021 16h39

Os pais de Brian Laudrie, noivo da influencer Gabby Petito, sabiam que o jovem portava uma arma da família — mas esconderam a informação da polícia.

O advogado da família Laundrie, Steven Bertolino, disse que Chris e Roberta Laundrie entregaram voluntariamente todas as armas em sua casa para a polícia no dia 17 de setembro. Na época, eles sabiam que uma arma estava faltando. Ele também disse que os pais de Brian "ficaram chocados e chateados com o sumiço da arma".

Brian Laundrie pode ter tirado a própria vida com a arma que estava sumida. Os restos mortais do homem foram encontrados no último dia 20 de outubro e, após passar por um reconhecimento de arcada dentária, foi confirmado que se tratava do rapaz envolvido na morte polêmica e misteriosa da parceira.

A jovem de 22 anos foi dada como desaparecida no início de setembro — ela não se comunicava com a família desde agosto.

Relembre o caso

Gabby Petito e Brian Laundrie saíram em uma viagem pelos Estados Unidos em junho. O plano era percorrer a Costa Oeste do país de carro e conhecer todos os parques da região.

No entanto, no dia 30 de agosto, a influenciadora parou de entrar em contato com a família, enquanto o rapaz voltou para sua casa, localizada em North Port, dois dias depois.

No dia 13 de setembro, os familiares de Laundrie informaram que ele também havia desaparecido. De acordo com a polícia à revista People, 'há uma grande possibilidade' do homem ter morrido no mesmo dia que deixou a família.

O corpo de Petito foi encontrado no dia 21 de setembro e a equipe responsável aponta para estrangulamento como a causa da morte.

Brian, por outro lado, ficou foragido por quase um mês até a polícia encontrar restos mortais próximos à casa onde morava. Mais tarde, os especialistas confirmaram que os ossos eram dele.

CVV

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda no CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.