PUBLICIDADE
Topo

'Conheço vários youtubers, eles são escravos', diz Marcos Pasquim

10/01/2022 04h00

No papo com Marcos Pasquim no "OtaLab" especial UOL no Verão, Otaviano Costa quis saber do ator de 52 anos como ele lida com os desafios do ambiente digital. Depois de assumir que não é lá muito íntimo das novíssimas formas de comunicação, Pasquim fez uma ponderação interessante.

Acho que eu preciso prestar mais atenção no digital, e eu me cobro para isso. Inclusive conheço várias pessoas que são youtubers. E eles são escravos, velho!

Pasquim se espanta com a submissão de youtubers e influenciadores aos algoritmos das redes sociais, de onde eles tiram seu sustento. "Tudo bem ficar bem, ganhar dinheiro, mas você não tem horário de entrar e sair?"

Perguntei pra uma Youtuber: e se você quiser viajar, tirar férias? E ela me disse: 'tenho que preparar tudo, deixar pronto, se não o algoritmo não sei o quê?' Você é escrava, filha.

Otaviano lembrou que esse excesso de trabalho tem causado muitos casos de burnout. Pasquim contou que este é o tema de um filme do qual ele está participando. E fez uma revelação:

Eu não cheguei a ter burnout, mas desenvolvi agorafobia [um transtorno associado a crises de pânico]. Busquei ajuda psiquiátrica. Em 'Kubanacan', eu trabalhei medicado.

"OtaLab" faz parte do UOL no Verão 2022, que até fevereiro vai trazer uma série especial de programas em vídeo, exibidos no Canal UOL. E nos dias 8, 9, 15 e 16 de janeiro, o evento terá uma arena na cidade de São Paulo repleta de atrações esportivas, musicais, espaço kids e uma praça de alimentação.