PUBLICIDADE
Topo

Tiro que matou diretora teria sido 2ª falha em set; produção era 'caótica'

De Splash

22/10/2021 19h47

Detalhes dos bastidores do filme "Rust", no qual o ator Alec Baldwin atirou acidentalmente e matou a diretora Halyna Hutchins, começam a ser divulgados pela imprensa internacional. Segundo a "Variety", o set de filmagem era um lugar "caótico" e sem segurança — inclusive com um relato de uma outra arma que também falhou.

Integrantes do sindicato Aliança Internacional de Funcionários de Palco Teatral (IATSE, na sigla em inglês) deixaram a produção logo após o início das gravações, disse o site, porque não sentiram haver orientações de segurança.

"Rust" começou a ser filmado em 6 de outubro no Bonanza Creek Ranch, perto de Sante Fé, e os membros da equipe observaram problemas por vários dias.

Outros integrantes da equipe saíram do set devido a preocupações com os procedimentos de segurança das armas, outras questões de segurança e protocolos contra covid-19 não sendo seguidos, informou a Variety.

A produção também teria se recusado a pagar por quartos de hotel na região cara de Santa Fé, pedindo a alguns membros da equipe que ficassem em Albuquerque, a uma hora de carro do rancho.

O tiroteio fatal teria ocorrido cerca de seis horas após a saída dos membros da equipe do sindicato do local de trabalho.

Hutchins e um operador foram os únicos membros da equipe original que permaneceram nos departamentos de câmera e de eletricidade, sendo que os demais cargos foram substituídos por trabalhadores não sindicalizados, segundo a "Variety".

Um ex-integrante ainda disse que já havia ocorrido outra falha de tiro antes do acidente fatal, apontou hoje o "LA Times".

Na manhã de hoje, postagens em redes sociais de pessoas que se identificaram como membros da equipe de "Rust" afirmaram que a produção foi mal financiada e não teve supervisão suficiente.

O que dizem os produtores?

Os produtores de "Rust" divulgaram um comunicado hoje afirmando que não estavam cientes das reclamações, mas que conduziriam uma "revisão interna" dos procedimentos.

"A segurança de nosso elenco e equipe é a principal prioridade da Rust Productions e de todos os associados à empresa. Embora não tenhamos sido informados de nenhuma reclamação oficial relativa à segurança de armas ou propulsores no set, estaremos conduzindo uma revisão interna de nossos procedimentos enquanto a produção é encerrada. Continuaremos a cooperar com as autoridades de Santa Fé em sua investigação e oferecer serviços de saúde mental para o elenco e a equipe durante este período trágico", diz a declaração da Rust Movie Productions LLC.

Jornalista e da base militar soviética: Conheça a diretora Halyna Hutchins

Entenda o caso

Halyna, 42 anos, morreu após ser atingida por uma arma cenográfica usada pelo ator no set de filmagens. Ela chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu. O diretor Joel Souza, 48 anos, ficou ferido, mas já teve alta.

O jornal local "Santa Fe New Mexican" informou que o ator foi visto "perturbado e em lágrimas" enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia após o seu depoimento.

O incidente foi no Rancho Bonanza Creek. As gravações do filme foram suspensas por tempo indeterminado. "Rust" é um faroeste estrelado e coproduzido por Baldwin, com direção de Joel.

A produção publicou uma nota que "todos os trabalhadores do elenco estão absolutamente devastados com a tragédia" e mandou condolências para a família de Halyna Hutchins.