PUBLICIDADE
Topo

'House of the Dragon' promete mais dragões e mais tretas em primeira prévia

Emma D"Arcy é Rhaenyra Targaryen em "House of the Dragon" - Reprodução/HBO
Emma D'Arcy é Rhaenyra Targaryen em "House of the Dragon" Imagem: Reprodução/HBO

Laysa Zanetti

De Splash, em São Paulo

05/10/2021 11h41

Quem está de malas prontas para voltar a Westeros?

A HBO Max divulgou o primeiro teaser de "House of the Dragon", nova série ambientada no mesmo universo de "Game of Thrones". O drama promete novas aventuras, conflitos, traições e, é claro, uma guerra sanguinária e decisiva.

Mas será que o prelúdio consegue apagar o trauma deixado pelo final da Guerra dos Tronos?

Com lançamento anunciado para 2022, mas sem data marcada, a nova série é ambientada 200 anos antes dos eventos da principal, e acompanha uma das maiores guerras civis da dinastia Targaryen: a Dança dos Dragões.

A história gira em torno de uma crise de sucessão. O bondoso rei Viserys I passou a vida treinando sua filha mais velha, Rhaenyra, para assumir o seu lugar sobre o Trono de Ferro.

Porém, após a morte de Viserys, um conflito se instala, pois sua viúva, a rainha Alicent Hightower, quer promover seu próprio filho ao trono, o príncipe Aegon II. Assim, a família se divide. De um lado, os que apoiaram a causa de Rhaenyra ficaram conhecidos como Os Negros. De outro, os aliados de Alicent e Aegon II, Os Verdes.

Complicado?

Apesar de a série trazer novos nomes para o público decorar, o que prevalece é a estrutura, com um cenário de guerra e alianças que dividem uma família e criam outros conflitos e jogos de interesse. No fim das contas, a história é nada mais que outra guerra dos tronos. Dessa vez, com mais dragões.

Fogo e Sangue

Emma D'Arcy é Rhaenyra Targaryen em "House of the Dragon" - Reprodução/HBO - Reprodução/HBO
Emma D'Arcy é Rhaenyra Targaryen em "House of the Dragon"
Imagem: Reprodução/HBO

Um dos grandes diferenciais da nova série é que o público vai encontrar Westeros durante o ápice do reinado dos Targaryen. Casas que antes eram muito importantes, como os Stark e os Lannister, não desempenham um grande papel por aqui, e outras que não haviam sido amplamente citadas antes, como os Hightower, os Velaryon os os Blackfyre, farão parte do vocabulário dos espectadores.

Além disso, é claro, veremos muitos personagens de cabelos prateados voando em criaturas cuspidoras de fogo. Ao todo, a produção já prometeu 17 dragões na série!

Mas quem são os jogadores desta nova disputa?

Emma D'Arcy é Rhaenyra e Matt Smith é Daemon Targaryen em "House of the Dragon" - Reprodução/HBO - Reprodução/HBO
House of The Dragon
Imagem: Reprodução/HBO

A britânica Emma D'Arcy vai interpretar a princesa Rhaenyra, uma das pretendentes ao trono. Já Matt Smith, conhecido por "Doctor Who" e "The Crown", vive o sedutor e esquentado príncipe Daemon Targaryen, importante aliado de Rhaenyra nesta disputa e irmão mais novo do rei Viserys.

Do outro lado, a rainha Alicent Hightower é vivida por Olivia Cooke ("Modern Love", "Bates Motel"). Seu filho, o príncipe Aegon, ainda tem a escalação mantida em segredo. Por que tanto mistério, HBO?

Olivia Cooke é a rainha Alicent Hightower e Rhys Ifans é seu pai e Mão do Rei, Otto Hightower - Ollie Upton/HBO - Ollie Upton/HBO
Olivia Cooke é a rainha Alicent Hightower e Rhys Ifans é seu pai e Mão do Rei, Otto Hightower
Imagem: Ollie Upton/HBO

O fato de a escalação de Aegon II ainda não ter sido revelada indica que a série pode se iniciar antes do período em que ele se torna alguém importante. Afinal, ele é mais novo que Rhaenyra, e a série vai mostrar parte do reinado do pai de ambos (vivido por Paddy Considine), indicando que a trama não vai simplesmente pular direto para a guerra e vai contar um pouco sobre a criação de Rhaenyra e a relação entre o rei e a rainha Alicent.

Quem mais é importante?

Se "House of the Dragon" emplacar como sua antecessora, a HBO Max tem planos ambiciosos, que incluem até mesmo novos derivados com personagens que serão apresentados na série.

Steve Toussaint vive Corlys Velaryon, A Serpente do Mar, em 'House of the Dragon' - Ollie Upton/HBO - Ollie Upton/HBO
Steve Toussaint vive Corlys Velaryon, A Serpente do Mar, em 'House of the Dragon'
Imagem: Ollie Upton/HBO

Um deles é Corlys Velaryon, conhecido como A Serpente do Mar. Senhor de uma casa de origens nobres como os Targaryen, ele é um famoso aventureiro marítimo que é casado com Rhaenys Velaryon, prima do rei Viserys. Uma possível série sobre ele, intitulada "9 Voyages" (9 viagens, em tradução livre), está sendo considerada nos bastidores da HBO.

Mas vai ser igual a 'Game of Thrones'?

Não. A série anterior era comandada pela dupla Davib Benioff e D.B. Weiss, que agora está criando conteúdo para a Netflix. "House of the Dragon" é produzida por Ryan Condal ("Colony") e Miguel Sapochnik, que dirigiu alguns episódios memoráveis de "GOT", como o da Batalha dos Bastardos.

Outra diferença crucial será a relação com o material-base do autor George R.R. Martin. A história do reinado dos Targaryen e desta crise sucessória já foi escrita, tanto na coletânea "O Mundo de Gelo e Fogo" quanto no romance "Fogo & Sangue - Volume 1", lançado em 2018.

Por isso, não há chances de a história chegar a um ponto em que não existe mais os livros, como aconteceu entre as temporadas 6 e 7 de "Game of Thrones".

Assim melhora, não é?

"House of the Dragon" será lançada pela HBO Max, em 2022, e é uma das grandes apostas da emissora para o próximo ano, quando o Prime Video deve lançar a série de "O Senhor dos Anéis" e a Netflix retorna com a aguardada quarta temporada de "Stranger Things".