PUBLICIDADE
Topo

Patrick Dempsey saiu de 'Grey's Anatomy' por 'aterrorizar' o set

Patrick Dempsey "aterroizava" o set de filmagens de Greys Anatomy - Divulgação
Patrick Dempsey 'aterroizava' o set de filmagens de Greys Anatomy Imagem: Divulgação

Colaboração para Splash

16/09/2021 16h55

A saída de Patrick Dempsey de Grey's Anatomy, em 2015, pegou muitos fãs de surpresa, já que ele e Ellen Pompeo formavam um dos casais preferidos da série.

Porém, segundo o livro escrito pela jornalista Lynette Rice, "How to Save a Life: The Inside Story of Grey's Anatomy" - "Como Salvar uma Vida: A História Interior de Grey's Anatomy", em tradução livre, o real motivo do astro ter deixado a série é complexo.

O intérprete de Derek Shepherd foi acusado de mau comportamento e de se desentender com a criadora da série, Shonda Rhimes.

Em um trecho divulgado pelo portal The Hollywood Reporter, o livro indica que o astro "aterrorizava o set". Para tentar resolver a situação, o produtor de "Grey's Anatomy" James D.Parriott foi contratado para ajudar apaziguar a situação.

"Não era assédio sexual de forma alguma. Ele meio que estava aterrorizando as filmagens. Alguns membros do elenco tinham todos os tipos de transtorno pós traumático por causa dele. Patrick tinha esse controle no set em que sabia que poderia parar a produção e assustar as pessoas e também não gostava de ir trabalhar diariamente. Ele e Shonda viviam brigando um com o outro", afirmou.

O livro também traz o lado do ator explicando o porquê do mau comportamento no set:

"São dez meses, quinze horas por dia. Você nunca sabe sua programação, então seu filho pergunta: 'O que você vai fazer na segunda-feira?' E você diz: 'Não sei', porque não sei minha programação. Fazer isso por onze anos é um desafio. Mas você tem que ser grato porque é bem recompensado, então você realmente não pode reclamar porque você realmente não tem o direito. Você não tem controle sobre sua programação. Então, você só precisa ser flexível".

A outra produtora do programa Jeannine Renshaw revelou que a gota d'água foi quando Shonda viu o comportamento errático do ator com seus próprios olhos: "Shonda teve que dizer à emissora: 'Se ele não for, eu vou'. Ninguém queria que ele fosse embora, porque ele era o programa. Ele e Ellen [Pompeo]. Patrick é um amor. Isso te confunde, ele ter aquele comportamento", finalizou a produtora.