PUBLICIDADE
Topo

Presidente da Marvel apoia Scarlett Johansson contra Disney, diz jornalista

De Splash, em São Paulo

30/07/2021 12h20

Scarlett Johansson processou a Disney pelo lançamento simultâneo de "Viúva Negra" nos cinemas e no streaming, mas não é a única descontente com a decisão.

De acordo com Matthew Belloni, editor da revista The Hollywood Reporter, o presidente da Marvel Studios está "bravo e envergonhado" com o lançamento simultâneo, e pressionou a Disney para recompensar Scarlett Johansson.

"[Feige é] um homem corporativo, e tende a não se envolver em conflitos na empresa. Mas me disseram que ele está bravo e envergonhado", diz o jornalista em sua newsletter, "What I'm Hearing...", em que comenta os bastidores do mundo do entretenimento.

Ele fez lobby na Disney contra o lançamento simultâneo de 'Viúva Negra', dando preferência à exclusividade do cinema e não querendo irritar os atores. E quando jogaram a m*rda no ventilador, o filme começou a flopar, e a equipe de Johansson ameaçou tomar medidas judiciais, ele quis que a Disney a recompensasse. (A Disney não quis se pronunciar sobre Feige.) Matthew Belloni

De acordo com o Wall Street Journal, os advogados de Scarlett Johansson defendem que seu contrato com a Marvel Entertainment garantia um lançamento exclusivo no cinema, e seu salário se baseava em grande parte no desempenho de bilheteria do filme. O jornal afirma que, neste formato, a atriz pode deixar de receber US$ 50 milhões (hoje equivalentes a cerca de R$ 260 milhões).

A Disney, por outro lado, afirma que "cumpriu totalmente o contrato da Sra. Johansson e, além disso, a liberação de 'Viúva Negra' no Disney+ com Premier Access melhorou significativamente sua capacidade de ganhar uma compensação adicional, além dos US$ 20 milhões que ela recebeu até agora". A quantia equivale a R$ 100 milhões.