PUBLICIDADE
Topo

Zezé relembra composição de 'É o Amor' e fala sobre saudades do pai

Zezé Di Camargo falou sobre o hit "É o Amor" - Deividi Correa/AgNews
Zezé Di Camargo falou sobre o hit 'É o Amor' Imagem: Deividi Correa/AgNews

De Splash, em São Paulo

17/04/2021 16h30

Prestes a ver a música "É o Amor" completar 30 anos de seu lançamento, Zezé Di Camargo lembrou de um dos maiores incentivadores de sua carreira: o pai, Francisco.

Participando do programa "Se Joga" de hoje, o cantor disse que ainda sofre com a perda do pai, que morreu em novembro do ano passado, aos 83 anos.

"Eu sofri muito com a perda do meu pai e sofro até hoje, a saudade é imensa. Eu tento manter a imagem do meu pai vivo a todos os momentos da minha vida", disse.

Já sobre a canção, Zezé se impressionou com alguns números. "É o Amor" já foi gravada em 14 idiomas, por 73 artistas. O hit, que marcou sua trajetória ao lado do irmão, Luciano, também foi reproduzido um bilhão de vezes no mundo.

Ele também fez questão de contar à apresentadora Fernanda Gentil sobre como criou a música.

"Eu saí um dia a tarde em São Paulo e estava fazendo muito sucesso na época uma música da Maria Bethânia ('Negue'). E eu cheguei em casa a noite e comecei a compor. A primeira faixa veio quase que pronta, toda na cabeça. Aí em emperrei em: 'Você é minha doce amada...'. Foi lá para às 2h, 3h da manha e eu quebrando a cabeça pra terminar a música e o Luciano deitado no sofá. Ele foi dormir. Lá para às 4h eu terminei a musica toda", relembrou.

Durante a carreira, Zezé Di Camargo e Luciano lançaram mais de 20 álbuns. O último disco dos dois foi "Dois Tempos - Parte 2", lançado em 2017.