PUBLICIDADE
Topo

Locutor alemão é acusado de racismo ao comparar BTS com o coronavírus

O BTS durante apresentação do "Acústico MTV" - Reprodução/Instagram
O BTS durante apresentação do 'Acústico MTV' Imagem: Reprodução/Instagram

De Splash, em São Paulo

26/02/2021 11h21

Um apresentador da estação de rádio alemã Bayern 3 foi acusado de racismo após comparar o grupo BTS ao novo coronavírus.

Identificado pela Deutsche Welle como Matthias Matuschik, o locutor se irritou com o cover de "Fix You", do Coldplay, feito pelo grupo sul-coreano no acústico da MTV, e disparou:

"Esses pequenos burros se gabam do fato de terem feito um cover de 'Fix You' do Coldplay, isso é uma blasfêmia", disse Matuschik, descrevendo os integrantes do BTS como "alguns vírus de baixa qualidade que, com sorte, também haverá uma vacina em breve."

Percebendo o teor negativo da própria fala, ele ainda tentou justificar que seu comentário não era direcionado à Coreia do Sul.

"Você não pode me acusar de xenofobia. Eu tenho um carro da Coreia do Sul. Eu tenho o carro mais legal de todos", afirmou.

Reação dos fãs

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, houve um aumento nos relatos de racismo e xenofobia contra chineses e outros povos asiáticos. Com isso, os fãs do BTS foram às redes sociais se manifestar.

Eles usaram as hashtags "Bayern 3 Apologize" ("Se desculpe, Bayern 3", na tradução livre) e "Bayern 3 Racist" ("Bayern 3 racista") para pedir uma retratação do locutor.

Não é apenas deplorável, mas perigoso para alguém como Matthias Matuschik comparar o covid-19 a um grupo sul-coreano como o BTS. Isso só incita ao ódio e à violência contra asiáticos de várias origens. Disse um usuário do Twitter

Expressar que essas são apenas as opiniões de alguém e passar a responsabilidade para as pessoas que se ofenderam vem de uma mentalidade racista. Escreveu outro

Resposta da rádio

Com a movimentação nas redes sociais, a rádio Bayern 3 defendeu o apresentador e, embora tenha admitido que ele possa ter se excedido, disse que essa não era sua intenção.

"Faz parte desse programa e também do apresentador expressar sua opinião de forma clara, aberta e nua e crua", disse a estação em nota.

"Nesse caso, ele ultrapassou o limite em sua escolha de palavras em uma tentativa de apresentar sua opinião de uma forma ironicamente exagerada e com uma excitação exageradamente fingida, e assim ferir os fãs do BTS. Mas, como ele nos garantiu, isso não era de forma alguma sua intenção. Ele apenas queria expressar seu descontentamento com a versão mencionada", continuou o pronunciamento.