PUBLICIDADE
Topo

As dez melhores séries para maratonar

Eugene Levy em "Schitt"s Creek", que está no UOL Play - Divulgação
Eugene Levy em 'Schitt's Creek', que está no UOL Play Imagem: Divulgação

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

25/10/2020 04h00

A gente passou praticamente o ano inteiro enfurnado em casa e maratonar séries virou um ritual até para quem ainda não tinha esse vício. Sedentos por mais histórias? Exploramos os principais serviços de streaming atrás de títulos dignos do seu precioso tempo.

Olha a lista:

Amazon Prime Vídeo

Se você é assinante do Amazon Prime, aquele serviço de R$ 9,90, o Prime Vídeo já está no seu pacote.

"Little Fires Everywhere"

São oito episódios bem amarrados de um drama de primeira qualidade, fazendo de "Little Fires Everywhere" uma das melhores séries do ano. A convivência da família de margarina de Elena (Reese Witherspoon) com a mãe solo Mia (Kerry Washington) e sua filha, Pearl (Lexi Underwood), libera faíscas que transformam em pó diversos paradigmas. As peças de um mistério jogado logo no primeiro episódio também vão se encaixando e formam a armadilha perfeita para prender sua atenção do início ao fim.

"The Boys"

Até quem não curte super-heróis está pirando com essa série que mostra o lado, digamos, mais humano daqueles que são super poderosos e dão uma bela abusada nesse poder. Traduzindo: os heróis de "The Boys" não valem nada e também são corrompidos por fama e dinheiro. A série ganhou uma segunda temporada neste ano e já tem uma terceira engatada. Dá para maratonar sem ficar com aquele medo de não ter mais depois.

Apple TV

Se você comprou um iPhone ou um computador da Apple no último ano, você tem assinatura grátis.

"The Morning Show"

Jennifer Aniston e Reese Witherspoon brilham em "The Morning Show", série que mostra os bastidores de um programa matinal diário que sofre uma reviravolta depois que um de seus mais tradicionais apresentadores se vê envolvido em um escândalo sexual. São dez episódios tensos que dissecam o lado menos glamouroso do jornalismo.

Globoplay

"Sob Pressão"

Pirou com os dois episódios especiais de covid-19 de "Sob Pressão"? Pois saiba que a série tem outras três temporadas tão impactantes quanto essa última. Se você ainda não viu, taí uma boa hora para maratonar. São mais 34 episódios da série médica "made in Brasil" disponíveis no streaming da Globo.

"Desalma"

Essa acabou de sair do forno. "Desalma" é a nova série de terror da Globo e Cassia Kis entrega tudo no papel da bruxa Haia, uma mulher que viu sua filha desaparecer há 30 anos. A trama se passa na fictícia Brígida, cidade brasileira colonizada por ucranianos. São dez episódios cheios de mistério que não deixam nada a desejar para as produções gringas, como "Dark".

HBO

"I May Destroy You"

Dá para rir em uma série que aborda um tema tão pesado, como estupro? Dá. Está aí a genialidade de "I May Destroy You". A série de Michaela Coel (que também é a protagonista, Arabella) repassa uma noitada muito louca da jovem que saiu para se divertir com os amigos e se livrar de um bloqueio criativo, mas que não terminou nada bem. São 12 episódios de 30 minutinhos com muita sensibilidade para explorar temas tão desconfortáveis de maneira inovadora.

"Chernobyl"

Essa série já deu o que falar no ano passado e, se você ainda não viu, dá para matar em um dia só. São apenas cinco episódios que recontam a tragédia da usina nuclear de Chernobyl, em 1986, explorando a história dos personagens que se sacrificaram diante do desastre. Uma maratona que vale encarar, validada por dois Globos de Ouro e dez Emmys.

Netflix

"Bom Dia, Verônica"

Se você curte aquela série que te prende do início ao fim e ainda não viu "Bom Dia, Verônica" está perdendo tempo. Apesar de ter oito episódios de pouco mais de 40 minutos cada, é quase tarefa impossível não ver tudo num take só. A trama se passa numa delegacia de polícia e foca na escrivã que desmascara um serial killer protegido pela lei. Se você ainda tem preconceito com produções nacionais, prepare-se para mudar de ideia.

"Eu Nunca"

Cansou de séries com temas pesados? "Eu Nunca" é levinha e fora dos padrões. Sua criadora, a atriz e diretora Mindy Kaling, praticamente revisitou sua adolescência na primeira criação dela para a Netflix. O resultado é uma nada típica comédia romântica sobre uma menina doida para se encaixar nos padrões e que se pega lutando contra sua própria cultura (no caso, a indiana) para depois, claro, aceitá-la. São várias situações divertidas em dez episódios que passam voando.

UOL Play

"Schitt's Creek"

Mais uma série para dar risadas. "Schitt's Creek" conta a história de uma família riquíssima que perde tudo e é obrigada a trocar o luxo de Hollywood por uma vida simples na cidade que eles compraram como piada nos anos 1990, a tal Schitt's Creek. A série canadense bombou ao levar simplesmente todos os principais prêmios de comédia no Emmy 2020. Foram nove estatuetas. E se você ficou curioso para ver, ela está disponível no UOL Play.