PUBLICIDADE
Topo

Hillary Clinton e Spielberg vão fazer série sobre briga pelo voto feminino

Hillary Clinton vai produzir 'The Woman's Hour', bancada pela CW
Hillary Clinton vai produzir 'The Woman's Hour', bancada pela CW
David Gannon/AFP

De Splash, em São Paulo

01/10/2020 14h48

Hillary Clinton quer contar a história da liberação do voto para mulheres nos EUA em "The Woman's Hour", série inspirada no livro de mesmo nome de Elaine Weiss. E ela terá a ajuda de um colega muito famoso nessa missão: Steven Spielberg.

Steven Spielberg também vai produzir 'The Woman's Hour' - Getty Images - Getty Images
Steven Spielberg também vai produzir 'The Woman's Hour'
Imagem: Getty Images
Continua depois da publicidade

Os dois juntarão forças na produção da série que vai cobrir o movimento sufragista, nome dado às ativistas que advogavam pelo voto feminino. Os episódios vão contar com roteiros de Angelina Burnett, que assinou capítulos de "The Americans" e "Hannibal".

Ainda sem data de estreia, "The Woman's Hour" terá formato de antologia, permitindo que outras lutas por avanços sociais sejam abordadas nas próximas temporadas. A emissora norte-americana CW vai exibir a produção.

O direito das mulheres ao voto foi conquistado nacionalmente, nos EUA, em 1920, após quase 80 anos de ativismo. Para muitos, o pontapé inicial do movimento sufragista foi dado na Convenção de Seneca Falls, a primeira dedicada aos direitos das mulheres no país, em 1848.