PUBLICIDADE
Topo

BTS faz discurso na Assembleia Geral da ONU: 'Vamos continuar vivendo'

Suga,  Jin, Jungkook, RM e Jimin, integrantes do BTS
Suga, Jin, Jungkook, RM e Jimin, integrantes do BTS
KIM KYUNG-HOON

Colaboração para o Splash, em São Paulo

23/09/2020 16h07

A banda de k-pop BTS fez uma participação especial na Assembleia Geral da ONU na manhã de hoje. Em discurso, RM abordou os impactos da covid-19 durante o ano e como que o grupo lidou com as mudanças decorrente do vírus.

Continua depois da publicidade

"A Covid-19 estava além da minha imaginação. Nossa turnê mundial foi totalmente cancelada, todos os nossos planos foram cancelados e eu fiquei sozinho", explicou ele. "Eu olhei para cima, mas não conseguia ver as estrelas à noite."

Os demais integrantes afirmaram que o isolamento deu a eles "um tempo precioso, indesejado, mas bem-vindo", e eventualmente levou a banda a realizar mais colaborações.

"Não sei quem foi o primeiro. Abraçamos todas essas emoções e nós sete começamos a fazer música juntos. É daí que a música vem, e isso nos tornou honestos."

- J-Hope

RM então concluiu o discurso com uma mensagem de esperança e resiliência nestes tempos de desconforto e incerteza.

"Quando começo a me sentir perdido ... lembro-me das palavras que disse aqui há dois anos: 'Ame-se, fale a si mesmo'", disse ele.

Continua depois da publicidade

"Agora, mais do que nunca, devemos tentar lembrar quem somos e enfrentar quem somos. Devemos tentar nos amar e imaginar o futuro. A BTS estará com você."

- RM

"Nosso amanhã pode ser escuro, doloroso, difícil e podemos tropeçar ou cair, mas as estrelas brilham mais forte quando a noite está mais escura. E se as estrelas estiverem escondidas, vamos deixar a luz da lua nos guiar", disse.

"Se até a lua estiver escura, que nossos rostos sejam a luz que nos ajuda a encontrar nosso caminho. Vamos imaginar novamente nosso mundo. Estamos amontoados juntos, cansados, mas vamos sonhar de novo ... A vida continua. Vamos continuar vivendo", concluiu o cantor.