PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Excesso de reprises de novelas cria a Rede Rafael Cardoso de Televisão

Manu (Marjorie Estiano), Rodrigo (Rafael Cardoso) e Ana  (Fernanda Vasconcellos) em A Vida da Gente - Reprodução / Internet
Manu (Marjorie Estiano), Rodrigo (Rafael Cardoso) e Ana (Fernanda Vasconcellos) em A Vida da Gente Imagem: Reprodução / Internet
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

12/04/2021 06h01

Com a estreia de "Império", que substitui "Amor de Mãe" a partir desta segunda-feira (12), a Globo volta a exibir apenas reprises de novelas em sua grade. De 16h40 até 22h45, a programação principal da emissora passa a contar com cinco títulos já apresentados anteriormente, intercalados com dois telejornais.

Renzo - Globo/João Miguel Júnior - Globo/João Miguel Júnior
Alexia (Deborah Secco) e Renzo (Rafael Cardoso) em Salve-se Quem Puder
Imagem: Globo/João Miguel Júnior

"Salve-se Quem Puder", lançada em janeiro de 2020, teve cerca de 50 capítulos exibidos antes de sair do ar. Agora em 2021, a Globo a relançou do início, reprisando todos os capítulos exibidos no ano passado. A partir do final de maio deve começar a exibição de episódios inéditos.

Diante desta situação, a Globo não tem como evitar que alguns atores apareçam em mais de uma novela ao mesmo tempo. Repetições têm ocorrido com alguma frequência desde o ano passado, quando a pandemia de coronavírus levou a emissora a suspender as produções originais e a recorrer ao arquivo.

Mas jamais aconteceu algo parecido com a situação que o ator Rafael Cardoso está vivendo. A partir de hoje, ele poderá ser visto em quatro das cinco novelas que a Globo exibe. Veja abaixo, a programação da Rede Rafael Cardoso de Televisão:

16h40 - Ti Ti Ti (desde 29/3)
18h25 - A Vida da Gente (desde 1/3)
19h40 - Salve-se Quem Puder (desde 22/3)
21h25 - Império (a partir de hoje)

Jorgito - Reprodução - Reprodução
Desirée (Mayana Neiva) e Jorgito (Rafael Cardoso) em "Ti Ti Ti"
Imagem: Reprodução

Na novela de Maria Adelaide Amaral, Cardoso vive Jorgito, filho de Orlando (Paulo Goulart) e Rebeca (Christiane Torloni). Sem o menor interesse em trabalhar, é o típico playboy, conquistador e destruidor de corações. Até que se apaixona por Desirée (Mayana Neiva).

O melhor papel dele é na trama de Licia Manzo. Cardoso é Rodrigo, filho de Jonas (Paulo Betti) e irmão de Nanda (Maria Eduarda). Como seu pai se casou com Eva (Ana Beatriz Nogueira), foi criado como irmão de Ana (Fernanda Vasconcellos) e Manuela (Marjorie Estiano). Rodrigo e Ana se apaixonam antes de ter início o grande drama - o acidente que a deixa em coma, a filha que nasce e a relação com Manuela.

Na comédia de Daniel Ortiz, Cardoso interpreta Renzo, sobrinho da vilã Dominique (Guilhermina Guinle). Não aprova o trabalho sujo da tia, mas é envolvido nas tramóias dela. No início da história, em Cancún, ele conhece Alexia (Deborah Secco) e tem uma única noite de amor com a atriz - e os dois se apaixonam, mas se desencontram.

Vicente - Reprodução/"Império"/GShow - Reprodução/"Império"/GShow
Cristina (Leandra Leal) e Vicente (Rafael Cardoso) se beijam em "Império"
Imagem: Reprodução/"Império"/GShow

Na novela de Aguinaldo Silva, o ator vive Vicente, um chef de cozinha, dividido entre duas mulheres (e irmãs), Maria Clara (Andreia Horta), a filha predileta do Comendador (Alexandre Nero), e Cristina (Leandra Leal), filha bastarda do protagonista da história.

Em entrevista ao jornal "Extra", Cardoso festejou a overdose de exposição. "Até este ano, nunca tinham reprisado um trabalho meu. Quero ver como vai ser a reação do público agora. O pessoal esquece muita coisa. Estou curioso pelos comentários, para saber como é essa receptividade."