PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Balanço de 2020 na TV: Seis momentos para esquecer

Daniel Adjuto entrevista Regina Duarte na CNN Brasil  - Reprodução / Internet
Daniel Adjuto entrevista Regina Duarte na CNN Brasil Imagem: Reprodução / Internet
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

20/12/2020 06h01

Listas de melhores e piores são sempre muito pessoais, e esta aqui não é diferente. Passei o ano diante da televisão e, claro, tive vários dissabores. Lembro aqui de seis situações que me desagradaram.

Regina Duarte: Simpatizante de Jair Bolsonaro desde as eleições, a atriz foi nomeada secretária de Cultura em março de 2020, em substituição a Roberto Alvim, exonerado após postar um vídeo com referências nazistas. Regina ficou pouco mais de dois meses no cargo. Não teve autonomia para nomear nem exonerar figuras da área. E, no seu pior momento, deu uma entrevista à CNN em que cantou uma marchinha minimizando os assassinatos e mortes que aconteceram durante a ditadura militar.

Salve-se Quem Puder - Reprodução - Reprodução
As três protagonistas e Felipa, a galinha, em "Salve-se Quem Puder"
Imagem: Reprodução

Salve-se Quem Puder: Lançada no final de janeiro, em substituição à excelente "Bom Sucesso", a novela de Daniel Ortiz, com Deborah Secco, Vitória Strada e Juliana Paiva, representou um novo aceno da Globo a um gênero que exige pouco esforço: a comédia levíssima, escrachada mesmo, com todos os clichês possíveis. Um retrocesso, na minha opinião. As gravações foram interrompidas em março e retomadas em agosto, mas a novela só volta ao ar em 2021.

Gugu - João Augusto, Rose Miriam, as gêmeas Sofia e Marina e Gugu Liberato - João Augusto, Rose Miriam, as gêmeas Sofia e Marina e Gugu Liberato
Reprodução/ Instagram
Imagem: João Augusto, Rose Miriam, as gêmeas Sofia e Marina e Gugu Liberato

Espólio de Gugu: Morto em novembro de 2019, Gugu Liberato permaneceu no noticiário em todo o ano de 2020 por causa da disputa pelo seu espólio bilionário. De um lado, estão a mãe e os irmãos do apresentador; de outro, a mãe de seus três filhos. E há ainda o chef de cozinha que pediu - e depois desistiu - o reconhecimento de uma união estável com Gugu. Notícias e entrevistas expuseram cruelmente a intimidade que o apresentador buscou manter preservada em vida.

Luiz Bacci  - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
O apresentador Luiz Bacci
Imagem: Reprodução / Internet

Cidade Alerta: O programa policial da Record, comandado por Luiz Bacci, foi notícia várias vezes ao longo do ano por causa de sensacionalismo, erros e exageros. Em fevereiro, uma mãe soube da morte da filha ao vivo, durante uma entrevista. Em junho, a filha de um homem assassinado expôs a falta de cuidado jornalístico da atração. Em julho, um homem foi morto após uma imagem sua aparecer na tela como suspeito de um crime.

Carioca - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO - DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO
Bolsonaro ao lado do humorista Carioca no Palácio da Alvorada
Imagem: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Carioca com Bolsonaro: Num ano em que os jornalistas que cobrem o Palácio do Alvorada foram alvo de ameaças e xingamentos, o humorista Carioca encenou um esquete na companhia do presidente Bolsonaro e ofereceu bananas aos repórteres. O quadro serviu de pretexto para o presidente não responder aos jornalistas sobre o resultado do PIB, que havia sido anunciado pouco tempo antes.

Marcão  - Reprodução/SBT - Reprodução/SBT
O apresentador Marcão do Povo
Imagem: Reprodução/SBT

Marcão suspenso: O apresentador Marcão do Povo, do telejornal "Primeiro Impacto", no SBT, foi suspenso após defender no ar a criação de "campos de concentração" para pacientes com covid-19. Seria uma forma de relaxar o confinamento determinado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e adotado na maioria dos estados brasileiros. Seis dias depois, ele pediu desculpas.

Stycer recomenda
Com sequelas da Covid, Mariana Godoy só volta à Band em 2021

Silvio, o SBT precisa se modernizar e deixar de ser "família"

Anitta revela o que a tirou do sério no Rock in Rio em sua série da Netflix

Por corona, Globo esvazia estúdios e veta gravações com maiores de 55 anos

Melhor da semana
Demitido do SBT, Cabrini manda bolo para Silvio e ganha elogio do ex-patrão

Pior da semana
No SBT desde 2006, Carlos Nascimento não tem contrato renovado

Podcast
Televisão encara desafio de dar passo atrás, com pandemia sem data para acabar

Uma versão deste texto foi publicada originalmente na newsletter UOL Vê TV, que é enviada às quintas-feiras por e-mail. Para receber, gratuitamente, é só se cadastrar aqui.

Siga a coluna no Facebook e no Twitter.