PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Fefito

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Cassino em que Gabigol foi detido é reduto de famosos e tem até filial

Gabigol foi levado à delegacia e liberado na sequência após flagra em cassino - Govesp / Fotos Públicas
Gabigol foi levado à delegacia e liberado na sequência após flagra em cassino Imagem: Govesp / Fotos Públicas
Conteúdo exclusivo para assinantes
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

15/03/2021 11h10

Com o flagra envolvendo Gabigol e MC Gui, muita gente ficou surpresa com a existência de cassino clandestino montado em um estacionamento na zona de sul de São Paulo. A estrutura era luxuosa: tinha bar, servia comida, contava com mesas de jogos e até área vip.

O que pouca gente sabe é que o local existe há pelo menos um ano. E tem até filial. Acredite, leitor.

Depois de a polícia surpreender cerca de 200 pessoas no local, a coluna foi investigar e descobriu que o tal cassino abriu, no ano passado, uma segunda casa, operando em Alphaville, na região metropolitana de São Paulo. Na época da inauguração, havia até mesmo um outdoor de LED, perto de um posto de gasolina, anunciando a chegada do "empreendimento".

Desde 1946, casas de jogos de azar são proibidas de operar no Brasil.

Apesar disso, o cassino clandestino virou reduto de vários artistas e políticos. A coluna descobriu que um jurado de reality show gastronômico, por exemplo, é frequentador constante do local, bem como um cantor sertanejo e um deputado federal.

Entre os frequentadores, a aposta é que o cassino clandestino seguirá operando em novo local, muito em breve. Fica a dica para a polícia!