PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Taís Araújo dividirá gravações do 'Superbonita', do GNT, com série e novela

Taís Araújo está com a agenda cheia durante a quarentena - Reprodução/Instagram
Taís Araújo está com a agenda cheia durante a quarentena Imagem: Reprodução/Instagram
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

14/07/2020 12h20

Resumo da notícia

  • Atriz iniciou trabalhos à frente do programa do GNT na semana passada
  • Entre as entrevistas gravadas virtualmente, estão conversas com Maisa e Alcione
  • Taís ainda grava a série "Amores Possíveis" e voltará aos estúdios com "Amor de Mãe"

Nova apresentadora do "Superbonita", Taís Araújo deu início às gravações da nova temporada do programa do GNT na última quinta-feira (9). Assim como boa parte das produções atualmente, a atração teve de adaptar aos novos tempos e será inteiramente gravada de maneira remota.

Da própria casa, Taís entrevistará famosas sobre seus truques de beleza. A atriz já gravou conversas com a apresentadora Maísa Silva e com a cantora Alcione.

A previsão é que a nova temporada estreie por volta do final de agosto. Taís assumiu o posto em substituição a Camila Pitanga, que deixou o programa após dois anos no comando. A atriz, aliás, já apresentou o programa entre 2006 e 2009.

A atriz, aliás, dividirá as gravações do "Superbonita" com as da série "Amores Possíveis", na qual contracenará com o marido, Lázaro Ramos. A agenda, aliás, está cheia: no final deste mês, ela deve voltar aos estúdios da Globo para a retomada de gravações de "Amor de Mãe".

A única incerteza, por enquanto, é a realização de uma nova temporada do "PopStar", que tem grandes chances de não acontecer.

Acha que parou por aí? No ano que vem, Taís já tem trabalho certo: a segunda temporada de "Aruanas".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL