PUBLICIDADE
Topo

8 lugares do mundo para explorar vinícolas e degustar vinhos

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

04/01/2018 04h00

Vinho é bebida e é atração turística: regiões vinícolas costumas ser lindíssimas e atraem turistas aos montes. Ama vinho? Veja lugares que você vai querer visitar:

Mendoza, Argentina

Vinhedo de Mendoza, na Argentina - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Localizada no oeste da Argentina, perto da fronteira com o Chile, a região de Mendoza oferece vinícolas situadas entre as montanhas da Cordilheira dos Andes, em paisagens simplesmente fantásticas. Muitos dos produtores de vinho locais são abertos a turistas e podem ser visitados facilmente a partir de tours organizados da cidade de Mendoza, o principal centro urbano da área. As vinícolas ficam principalmente nas zonas de Maipú, Luján de Cuyo e Valle de Uco. Tente explorar, por exemplo, a vinícola Familia Di Tommaso (instalada em um edifício de 1869) e a O.Fournier, que funciona em um edifício ultramoderno no meio dos vinhedos (e que faz um ótimo vinho tempranillo). O vinho malbec é um dos carros-chefes da região. 

Valle de Colchagua, Chile

Vinhedo no Chile - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

O Chile é um importante polo de vinhos na América do Sul. Algumas das principais produtoras se concentram no chamado Valle del Colchagua, localizado a cerca de 180 quilômetros da cidade de Santiago. Na área, é possível visitar dezenas de vinícolas e conhecer alguns dos seus mais interessantes rótulos (não deixe de degustar vinhos feitos com a uva carménère, muito tradicional em território chileno). Além das sessões de degustação e explicações sobre o processo de produção do vinho, muitas das vinícolas oferecem restaurantes e até hotel. Uma das principais organizadoras de passeios no Valle de Colchagua é a chamada Ruta del Vino

Vale dos Vinhedos, Brasil

Estrada do Vinho, no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves (RS): Plantações de videiras por todos os lados formam a paisagem local - Marcos Nagelstein/UOL - Marcos Nagelstein/UOL
Imagem: Marcos Nagelstein/UOL

O Rio Grande do Sul abriga o principal polo produtor de vinhos do Brasil que, além de sua importância econômica para a região, atrai muitos turistas com a beleza de suas paisagens. Muitas das vinícolas locais ficam no chamado Vale dos Vinhedos, um lugar marcado por lindas colinas e estradinhas pacatas, em um cenário perfeito para viagens românticas. Importantes produtores recebem visitas turísticas por lá, como a Miolo, a Salton e a Casa Valduga, oferecendo sessões de degustação e explicações sobre como a bebida é feita. A Casa Valduga, vale lembrar, tem um ótimo complexo hoteleiro em seu terreno. 

Veja também:

Marlborough, Nova Zelândia

Vinícolas de Marlborough, na Nova Zelândia - Mike Heydon/Tourism New Zealand - Mike Heydon/Tourism New Zealand
Imagem: Mike Heydon/Tourism New Zealand

Localizada na distante Oceania, a Nova Zelândia é uma nação onde são feitos excelentes vinhos. Boa parte desta produção ocorre na região de Marlborough (no norte da ilha sul do país). Trata-se de uma área com lindas paisagens rurais, com colinas cobertas de videiras e de fácil acesso ao oceano. Lá, turistas apreciam principalmente taças de sauvignon blanc (um dos tipos de vinho mais produzido na região de Marlborough e exportado para diversos lugares do mundo). A cidade de Blenheim é um lugar ideal de onde explorar a área. Entre as mais famosas vinícolas para visitar estão a Cloudy Bay Vineyards e a Allan Scott Wines and Estates. 

Margaret River, Austrália

Vinícola em Margaret River, na Austrália - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A Austrália abriga milhares de vinícolas espalhadas por dezenas de regiões de seu extenso território. Para quem ama vinhos, a área de Margaret River é uma das mais interessantes para visitar. Trata-se de uma zona localizada no oeste do país da Oceania, abrigando ótimas produtoras de vinho (daqui saem ótimos brancos, especialmente blends de chardonnay e semillon sauvignon). Junto com isso, Margaret River oferece excelentes restaurantes e fazendas onde o viajante pode comprar deliciosos queijos artesanais. E a região fica perto do oceano Índico, possibilitando belos passeios entre vinhedos e praias.

Bordeaux, França

Uva em vinícola - kycstudio/Getty Images/iStockphoto - kycstudio/Getty Images/iStockphoto
Imagem: kycstudio/Getty Images/iStockphoto

A França é um dos mais famosos países produtores de vinho do mundo, e não faltam lugares para ver como a bebida é feita (e depois degustá-la) por lá. A região de Bordeaux (no sudoeste da nação europeia) atrai turistas do mundo inteiro com este intuito. Vale a pena usar a bela cidade de Bordeaux como base para organizar tours pela área. Entre as vinícolas que recebem visitas turísticas estão a Château Lanessan, o Château Bardins (em cuja região é possível fazer passeios de bicicleta entre paisagens cobertas por vinhedos) e a Château Maucaillou (que, além das degustações, oferece hospedagem para os visitantes). Cabernet sauvignon e merlot são uvas que merecem ser provadas por lá. 

Toscana, Itália

Vinhedo na Toscana, Itália - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Poucos lugares na Europa são tão românticos como a Toscana. Além de abrigar cidades lindas (como Florença, Arezzo e Siena), a região italiana oferece regiões vinícolas perfeitas para um passeio de férias. Nestas áreas operam, por exemplo, a Biondi Santi (que produz um excelente Brunello di Montalcino e onde é possível harmonizar o vinho com deliciosas refeições), a Barone Ricasoli (que afirma ser a vinícola mais antiga da Itália e é ótima para degustar um vinho chianti) e a Avignonesi (com uma linda localização em Montepulciano). 

Douro, Portugal

Vinhedos plantados nos sopés acima do rio Douro, perto da vila Foz Coa, marcam paisagem natural dessa região de Portugal, localizada no norte do país - Armando Franca/AP - Armando Franca/AP
Imagem: Armando Franca/AP

Portugal é outro território europeu onde não falta excelente oferta de vinícolas. A região do Douro é uma das melhores opções para curtir este tipo de passeio em terras lusitanas: lá está, por exemplo, a produtora de vinhos Quinta do Portal, com parte de sua estrutura projetada pelo aclamado arquiteto português Álvaro Siza Vieira e aberta a turistas. A Quinta do Crasto, por sua vez, além de suas sessões de degustação, oferece uma das melhores vistas para as colinas desta região portuguesa. E vale a pena fazer um passeio de barco pelo rio Douro, durante o qual é possível observar os vinhedos da região de um ângulo privilegiado.