PUBLICIDADE
Topo

Número de turistas estrangeiros no Brasil bate recorde

Nadia Panis é recebida por presidente da Embratur ao chegar ao aeroporto do Galeão, no Rio. Entidade <br>quis homenagear a Argentina, hoje o principal emissor de viajantes para o Brasil, ao celebrar recorde - Marcelo Fonseca / Brazil Photo Press
Nadia Panis é recebida por presidente da Embratur ao chegar ao aeroporto do Galeão, no Rio. Entidade <br>quis homenagear a Argentina, hoje o principal emissor de viajantes para o Brasil, ao celebrar recorde Imagem: Marcelo Fonseca / Brazil Photo Press

Marcel Vincenti

Do UOL, em São Paulo

05/12/2013 12h28

O número de turistas estrangeiros que visitam o Brasil anualmente bateu um recorde nesta-quinta-feira (5), com a chegada da viajante argentina Nadia Panis, de 30 anos, ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. De acordo com a Embratur (entidade responsável por promover o país turisticamente), Panis é a turista número seis milhões que entra no Brasil em 2013.

“Nunca tínhamos recebido mais do que seis milhões de viajantes estrangeiros em um único ano”, afirma Flávio Dino, presidente da Embratur. “Isso mostra que eventos como a Copa do Mundo e a Olimpíada, que têm nos divulgado para o mundo todo, são importantes para o país”. Para a entidade, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude também contribuíram para a conquista da marca.

Segundo o Anuário Estatístico do Ministério do Turismo, cerca de 5,7 milhões de visitantes estrangeiros passaram pelo território brasileiro em 2012. “O Brasil tem potencial para receber números bem maiores que esses, mas devemos reconhecer que, nas últimas décadas, o país não apresentou um cenário favorável para o crescimento do turismo”, explica Dino. “A crise de segurança pública é um dos principais motivos para não termos mais visitantes”.

O presidente da Embratur calcula que, em 2014, o país tem chances de chegar à marca dos sete milhões de turistas estrangeiros. “É um número possível, mas antes alguns entraves devem ser resolvidos, como a crise econômica europeia e nosso sistema de vistos com os Estados Unidos, que dificulta a viagem de muitas pessoas entre os dois países”.

Escolha simbólica

A escolha da argentina Nadia Panis como a turista número seis milhões foi simbólica. “Calculamos que o estrangeiro número seis milhões chegaria ao Brasil na primeira semana de dezembro”, diz Flávio Dino. “Escolhemos então uma turista argentina, que vem de um país que envia muitos viajantes para o Brasil, para celebrar esse recorde. Uma das nossas estratégias é dar valor para o turismo de fronteira, que tem muito a agregar em nossas metas”.

De acordo com o Anuário Estatístico do Ministério do Turismo, dos 5,7 milhões de estrangeiros que passaram pelo país em 2012, mais de 2,8 milhões eram sul-americanos (e entre eles, cerca de 1,6 milhão eram argentinos).
A Embratur calcula que o setor do turismo seja responsável por aproximadamente dez milhões de empregos formais e informais no território brasileiro.