PUBLICIDADE
Topo

Passageiro clandestino sobrevive a trajeto no trem de pouso de um avião

Cargolux - Photo by Fabrizio Gandolfo/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Cargolux Imagem: Photo by Fabrizio Gandolfo/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

23/01/2022 17h43

Um passageiro clandestino percorreu cerca de nove mil quilômetros entre Joanesburgo, na África do Sul, e Amsterdã, na Holanda, escondido no trem de pouso de um avião cargueiro. O anúncio foi feito neste domingo (23) pela polícia militar holandesa.

Segundo Joanne Helmonds, porta-voz da polícia militar holandesa, o homem foi hospitalizado logo que foi descoberto no aeroporto de Amsterdã-Schiphol, dentro do sistema de rodas dianteiras da aeronave. O indivíduo não teve sua identidade e nacionalidade reveladas.

O homem teria se escondido um pouco antes da decolagem, em Joanesburgo. "Ele foi descoberto vivo e transportado rapidamente a um hospital", indicou Helmonds. Para ela, é surpreendente que o indivíduo tenha sobrevivido ao trajeto, com duração média de 11 horas, e as temperaturas extremamente baixas em altitudes elevadas.

Helmonds reiterou que a polícia realiza uma investigação junto à empresa Cargolux Italia, que fretou o avião. "Nossa principal preocupação, claro, é a saúde deste homem", ressaltou.

Passageiros clandestinos em voos em direção à Holanda são raros, reiterou a porta-voz da polícia. Segundo ela, as tentativas anteriores foram protagonizadas por cidadãos originários da Nigéria ou do Quênia.

Em 2021, a polícia de fronteira da Holanda descobriu um corpo de um nigeriano no trem de pouso de um avião que no aeroporto de Amsterdã-Schiphol. Um ano antes, o caso do adolescente Laurent Barthélémy Ani Guibahi, de 14 anos, comoveu a França. Natural da Costa do Marfim, o menino morreu no sistema de rodas de um avião da Air France, que fez o trajeto Abidjan-Paris.

(Com informações da AFP)