Dicas para ter em casa uma 'decoração de Natal de shopping' (ou parecida)

Você já foi contagiado com o espírito natalino e decorou sua casa? Se ainda não, não se preocupe, porque ainda há tempo para fazer uma decoração especial, até com cara de shopping, e o melhor: com um orçamento para todos os tipos de bolso.

Segundo a tradição cristã, a árvore de Natal é montada quatro semanas antes do dia festivo, no primeiro domingo do Advento, que neste ano cai no dia 3 de dezembro.

A reportagem de Nossa entrevistou profissionais que dão dicas para preparar o seu lar para as celebrações.

Afinal, nas palavras de Daniela Alencar, arquiteta e designer de interiores de Salvador, a decoração natalina deve refletir o gosto pessoal, criando um ambiente acolhedor e repleto de amor e união.

1. Definir o estilo

Antes de escolher o local da casa para dispor os enfeites, Larissa Negreiros Lopes, designer de interiores de Fortaleza, mas atualmente em São Paulo, explica que é interessante pensar se os moradores preferem uma ambientação mais minimalista ou algo mais cheio de personalidade e detalhes, pois essa definição influenciará na quantidade de pontos de decoração.

"Se a preferência for por algo mais discreto, é bacana investir em um ponto para a árvore de Natal e mais um, como uma guirlanda na porta de entrada, uma mesa posta temática ou arranjos com folhagem verde, como eucalipto", orienta.

Para causar mais impacto, a dica é aproveitar os móveis existentes na área social, como aparador, buffet e rack da TV, como pontos de decoração.

Continua após a publicidade

2. Se inspire nas ideias do shopping

"A decoração de shopping sempre mostra tendências e elementos lúdicos. Vale a pena analisar o tema que mais gosta para ver o que consegue replicar em casa", indica Cristiane Schiavoni, arquiteta de São Paulo.

É possível observar a combinação das cores e disposição dos ornamentos para entender a proporcionalidade e usar na sua casa.

"Ursinhos e carrosséis são itens que aparecem com frequência nas decorações de shopping e são soluções para a ornamentação natalina caseira", destaca Larissa.

3. Local de destaque

Continua após a publicidade
Imagem
Imagem: Arun Kuchibhotla/ Unsplash

O melhor lugar para os enfeites e a árvore é a sala de estar, ponto focal da casa, para que todos possam apreciar e para receber os convidados já em clima natalino.

No entanto, Cristiane Schiavoni alerta que é importante prestar atenção na circulação, para não atrapalhar a rotina da casa, e no quesito segurança, pois os materiais decorativos são inflamáveis. "Se a cozinha é aberta para a sala, posicionar a árvore perto do fogão não é seguro", exemplifica.

4. Explore a memória afetiva

"Peças que remetam a boas lembranças e emoções são aliadas importantes para que a decoração gere uma sensação de bem-estar. Por isso, dê preferência a itens que, além de decorar a casa para o Natal, possam ser reutilizados ao longo dos anos trazendo essa memória afetiva ao espaço", destaca Larissa Negreiros Lopes.

Por exemplo, um enfeite de família, algo feito pelos filhos ou sobrinhos, comprado em uma viagem especial, tudo isso cabe na decoração de Natal. No entanto, para não enjoar, é possível usar recursos personalizáveis ou algo temático, para não repetir todos os elementos do ano anterior.

Continua após a publicidade

5. Como usar as cores

"Invista em uma boa árvore decorada com itens mais clássicos, que utilizam as cores padrões dessa época, como verde e vermelho, pois serão mais atemporais e fáceis de usar ao longo dos anos", afirma Larissa Negreiros Lopes.

Mas, se quer ousar e dar personalidade à decoração, as profissionais aconselham usar e abusar das cores, que podem ser as tradicionais ou as de preferência. Entretanto, quanto mais ousada for a combinação mais fácil é errar.

A recomendação da designer de interiores é escolher, no máximo, três cores e trabalhar apenas com elas em todo o décor: enfeites da árvore, guirlandas, tapetes, almofadas e mesa posta.

"Dourado e prateado estão em alta, isso porque na moda os metalizados estavam em todas as passarelas, e as tendências vão migrando muito entre moda e decoração, se for do agrado, é uma boa opção", sugere a arquiteta que atua em Salvador.

6. Luzes e laços

Continua após a publicidade
Imagem
Imagem: iStock

Para renovar os ornamentos de um ano para o outro, os laços são camaleões. Daniela Alencar sugere comprar fitas largas e produzir os laços, no estilo faça você mesmo. "Preenchem a árvore e custam pouco."

Para Cristiane Schiavoni, as fitas de juta conferem uma inspiração mais regional, e os materiais com brilhos são indicados para dar personalidade.

Inserir peças em palha ou sisal, como cestos e jogos americanos, é uma forma de trazer um ar regional e brasileiro à decoração de Natal.

Daniela Alencar recomenda usar recursos e características do lugar em que vive ou de origem na cena. Por exemplo, segundo ela, quem mora na Bahia, pode colocar fitas do Senhor do Bonfim, conchas, itens praianos e laços de renda. "Para um toque mais brasileiro, a dica seria algo como frutas tropicais, animais da fauna brasileira e símbolos culturais."

As luzes, assim como outros adereços, podem seguir o tema e o estilo que estiverem em alta. No entanto, opte por uma iluminação suave e distribuída de maneira equilibrada para não cansar visualmente.

Continua após a publicidade

Os pisca-piscas são obrigatórios, mas não exagere nas opções, deixando a composição desarmônica, aconselha Daniela Alencar. Evite sobrecarregar a rede elétrica e use sempre luzes certificadas.

7. Crianças e pets exigem atenção

Enfeites pequenos, pontiagudos ou que representem algum risco, como elétricos que podem causar choques, devem ficar em locais de difícil acesso.

Ao usar plantas, é importante ter cuidado para que não sejam tóxicas para os animais de estimação.

8. Mesa posta para receber

Continua após a publicidade

A mesa é um recurso que humaniza o ambiente, e a dica é caprichar nos adereços:

peças coringas: pratos, taças, jogos americanos e guardanapos podem ser escolhidos em um tom que remeta à data, como o verde, podendo ser usados em outros eventos.

arranjos naturais sempre fazem bonito, ramos de pinheiro e pinhas são tradicionais. Os galhos secos são opções e os que gostam de personalizar um pouco mais o cenário podem usar sprays para colori-los.

para o centro da mesa, escolha objetos decorativos.

não se esqueça dos castiçais para deixar mais elegante o local, se a temática permitir.

aproveite o talento para dobraduras de guardanapos, por exemplo, ou solicite às crianças, para surpreender os convidados.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes