PUBLICIDADE
Topo

Blazer do casamento do meu avô vai de peça fashion a fantasias em festas

Luanna Jales com o blazer para uma festa fantasia em que estava vestida como o personagem Chapeleiro Maluco - Arquivo Pessoal
Luanna Jales com o blazer para uma festa fantasia em que estava vestida como o personagem Chapeleiro Maluco Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

26/10/2020 04h00

Luanna Jales

Luanna Jales

Profissão

Historiadora e professora de inglês

Minha roupa com história

Paletó que meu avô usou em seu casamento

Meus avós estão casados há quase meio século, e tão resistente quanto o matrimônio deles é o terno que meu avô usou, hoje sob os meus cuidados. Confesso que não uso tanto no dia a dia, porque fico com medo de que algo aconteça, prefiro deixar para ocasiões especiais.

Uma das mais marcantes foi a de uma festa de Halloween que fui com meu noivo. Na época, a gente recém tinha começado a sair, não fazia nem duas semanas, mas eu já estava bem a fim dele. Convidei ele para ir à festa e ele disse que não sabia se iria, porque não tinha fantasia. Eu disse "não tem problema, eu tenho uma para ti!".

Alguns dias antes, eu havia usado o paletó do meu avô para criar uma fantasia de chapeleira maluca para mim, e fui rápida em recriá-la para ele, que adorou. Acho que foi ali que ele percebeu que eu realmente me importava com ele.

É legal pensar que, certa forma, o paletó do casamento do meu avô foi o pontapé inicial para o meu casamento também!

Ele é feito de tergal, tem uma modelagem bem slim e seis botões. Veio com a calça combinando, também de tergal, mas essa eu não uso.

A historiadora e professora Luanna Jales - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
A historiadora e professora Luanna Jales
Imagem: Arquivo Pessoal

O conjunto é da marca Club Un e foi comprado em uma loja do centro do Recife, onde ele morava na época. A propaganda era uma preciosidade: "com brilho intenso, com brilho suave ou sem brilho, há um Pervine para cada ocasião. Quando a presença do homem é decisão, ele usa Pervine."

Gosto da memória afetiva que a peça me traz e dessa conexão que ela cria com meu avô. É engraçado que hoje tenho o mesmo tamanho que ele tinha, pois o paletó cabe perfeitamente em mim.

Enquanto puder guardar e conservá-lo, pretendo continuar fazendo.

E, mesmo quando chegar a hora de passar para frente, pretendo doar para uma Modateca, porque não gosto de pensar que ele possa se tornar uma peça esquecida em algum lugar.

Como usar

Toque feminino

Para um visual mais feminino e gracioso, aposte na combinação de paletó com vestidos ou saias. De quebra, o decote da peça e as pernas à mostra ajudam a alongar a silhueta.

Dia a dia

A calça jeans skinny básica ganha um ar mais arrumadinho graças ao blazer. A sandália de tiras finas torna o look apropriado até para ambientes de trabalho mais descolados.