PUBLICIDADE
Topo

Roupa com história: suéter "à prova de traças" está há 70 anos na família

Vera com o casaco que seu avô comprou na famosa loja Harrods, em Londres - Arquivo Pessoal
Vera com o casaco que seu avô comprou na famosa loja Harrods, em Londres Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

21/09/2020 04h00

Vera Sayão

Vera Sayão

Profissão

Fotógrafa

Minha roupa com história

Suéter de cashmere clássico

Uma das minhas peças favoritas para encarar os dias frios do inverno em Florianópolis é um suéter de cashmere azul marinho, abotoado na frente. Mas não é um casaco qualquer: ele foi comprado pelo meu avô paterno, no início dos anos 1950, talvez até um pouco antes, como presente para o meu pai em uma viagem à Inglaterra.

Ele é da Harrods, uma das lojas de departamento mais famosas de Londres, e continua inacreditavelmente macio até hoje. Acho curioso que na etiqueta em inglês está escrito "mothproof" ("à prova de traças"), o que se comprova até hoje. Várias roupas minhas foram destruídas pelos bichinhos, mas ele segue firme e forte.

Retrato antigo da família de Vera Sayão - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Retrato antigo da família de Vera Sayão
Imagem: Arquivo Pessoal

Primeiro, é claro, foi do meu pai. Minha família é carioca, então não havia tanta necessidade de um casaco tão quente, mas passávamos as férias e os finais de semana em Petrópolis, na serra. Lembro perfeitamente do meu pai usando o casaco por lá.

Ele faleceu em 1994 e herdei o suéter. Não costumo usar muito na rua, porque ele é bastante largo em mim — meu pai era bem grande. Mas, para ficar em casa, é tudo de bom, faz eu me sentir muito aconchegante.

Além de ser bonito, com um corte e uma cor que nunca saem de moda, um modelo clássico para se ter em qualquer guarda-roupa — mesmo 70 anos depois!

Cashmere de 1950 - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Cashmere de 1950
Imagem: Arquivo Pessoal
Etiqueta da peça londrina - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Etiqueta da peça londrina
Imagem: Arquivo Pessoal

Acredito que ele ainda vá durar mais algumas décadas tranquilamente, pois segue em perfeito estado. Pretendo deixá-lo para meu filho, Theo. Nós gostamos muito de objetos antigos (o cabide em que penduro o suéter, aliás, pertenceu ao meu bisavô paterno), móveis, fotografias.

Com as roupas, não havia de ser diferente: imaginem como vai ser legal o Theo poder dizer que tem um casaco comprado pelo bisavô dele quase 50 anos antes de ele nascer?

Como usar

Por dentro da calça

O suéter básico ganha um tchã se usado por dentro da calça. Para deixar ainda mais fashionista, invista nos acessórios — cintos com fivelas marcantes estão em alta e uma bolsa chamativa nunca é demais.

Clássico sem erro

O combo calça jeans e cardigan oversized é um clássico tanto do guarda roupa feminino quanto masculino. A modelagem mais sequinha da calça, com os tornozelos de fora, dá graça ao visual.