PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mauro: Protesto no Manchester United dá recado que futebol é dos torcedores

Do UOL, em São Paulo

03/05/2021 17h45

O clássico entre Manchester United e Liverpool pelo Campeonato Inglês precisou ser adiado depois que torcedores dos Diabos Vermelhos invadiram o estádio Old Trafford em protesto contra os proprietários do clube, em uma revolta que já havia tido sinais quando da tentativa de criação da Supercopa Europeia.

No podcast Posse de Bola #122, Mauro Cezar Pereira comenta o episódio de Manchester e a reflexão que deve ser feita a partir dele em relação à forma como proprietários de um clube de futebol trata de seus negócios muitas vezes ignorando o fato de estarem lidando com a paixão de muitos torcedores, citando a família Glazer, que é dona do United.

"As pessoas falam muito sobre o dinheiro do Abramovich, sobre o dinheiro dos Emirados Árabes lá do Manchester City ou do PSG, mas quem faz o mal realmente ao futebol na comparação com esses aí, não estou defendendo os caras não, são empresários como a família Glazer", diz Mauro Cezar.

"Malcolm Glazer morreu, ficaram lá os dois filhos dele tomando conta do United, aumentaram a dívida, tiram dinheiro do clube para levar não sei para onde, são donos de time de futebol americano, olham para o maior campeão da Inglaterra, um clube gigantesco, como se fosse um mero negócio, como se fosse um armazém, uma quitanda, uma empresa que fabrica canudo de plástico, qualquer coisa. Não é isso, não se brinca com a paixão das pessoas", completa.

O jornalista pontua que não é uma questão de apontar um vandalismo, mas de tentar entender o que levou os torcedores a protestarem daquela forma no estádio do próprio clube pela insatisfação acumulada com as atitudes dos donos do maior campeão inglês.

"Claro que muita gente vai ficar 'ah mas é um vandalismo'. Gente, olhem de uma forma um pouco mais profunda, o que aconteceu ontem foi muito importante para o futebol, foi uma reação da torcida, da razão da existência do futebol contra um domínio de pessoas que puseram lá dinheiro, retiram dinheiro e conseguem avacalhar o clube que é um dos maiores do mundo, isso acho que é muito simbólico", diz Mauro.

"Tudo o que aconteceu ontem foi muito simbólico, porque houve uma resposta e não é a primeira, teve a da Superliga e agora essa, esses caras não são donos do futebol, o futebol é dos torcedores, não dessa gente", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol