PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uefa está satisfeita com estreia do VAR na Liga dos Campeões

15/02/2019 20h00

(Reuters) - O chamado árbitro de vídeo (VAR) funcionou perfeitamente em todos os estádios que sediaram os jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões nesta semana, de acordo com o chefe dos árbitros da Uefa, Roberto Rosetti.

O VAR foi implementado pela primeira vez na competição europeia e utilizado durante decisões difíceis envolvendo pênaltis e impedimentos.

"Estou muito feliz com a maneira como o VAR foi implementado", disse Rosetti em comunicado publicado no site da Uefa. "A tecnologia funcionou perfeitamente e as equipes de arbitragem trabalharam em um nível muito elevado."

A decisão mais comentada foi quando o VAR anulou o primeiro gol do Ajax contra o Real Madrid, após considerar que Dusan Tadic estava impedido quando Nicolas Tagliafico fez a bola passar pelo goleiro do Real, Thibaut Courtois.

A Uefa defendeu a decisão de anular o gol, mas dúvidas foram levantadas sobre o tempo levado para chegar a um veredito, com a retomada da partida sendo adiada em quase três minutos.

Rosetti se comprometeu a averiguar maneiras de melhorar a eficiência do sistema.

"O mais importante é que o árbitro tomou a decisão certa. A precisão é mais importante do que a velocidade", acrescentou.

"Temos que levar em consideração que essa foi uma situação muito complexa, na qual o VAR precisou checar duas possíveis situações de impedimento e o árbitro também precisou considerar a interferência do jogador atacante."

Rosetti disse que o VAR também avaliou, mas não interviu, duas outras decisões envolvendo um toque de mão fora da área do Porto contra a Roma e a identificação atrasada de um impedimento do Paris St Germain contra o Manchester United.

(Reportagem de Rohith Nair)

Esporte