PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Zico cancela participação no Flow Podcast após Monark defender existência de partido nazista

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

08/02/2022 14h27

Maior ídolo da história do Flamengo, Zico cancelou sua participação no podcast Flow Sports Club na tarde desta terça-feira (08). Segundo o filho Junior Coimbra, o ex-jogador desistiu do programa após assistir ao vídeo em que Monark, apresentador do Flow Podcast, diz defender a existência de um partido nazista no Brasil que fosse reconhecido legalmente no Brasil.

? Meu pai iria sim participar hoje à tarde do Flow Sports Club, mas ele cancelou assim que assistiu ao vídeo. Não precisou muito ? disse Junior Coimbra.

+ Futebol feminino: Flamengo anuncia a contratação da volante Thaisa: 'quero fazer história'

+ Bruno Henrique tem lesão confirmada e vira dúvida para a Supercopa do Brasil

Na noite de ontem (07), o Flow, um dos maiores podcasts do Brasil com mais de 3,6 milhões de inscritos só no YouTube, recebeu os deputados federais Kim Kataguiri (Podemos) e Tabata Amaral (PSB). Durante a conversa, Bruno Aiub, conhecido como Monark, afirmou que o Brasil deveria ter um partido nazista, reconhecido pela lei.

? A esquerda radical tem muito mais espaço do que a direita radical, na minha opinião. As duas tinham que ter espaço. Eu sou mais louco que todos vocês. Eu acho que o nazista tinha que ter o partido nazista, reconhecido pela lei. Se um cara quisesse ser anti-judeu, eu acho que ele tinha o direito de ser ? disse o influenciador.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Além da forte repercussão nas redes sociais, entidades judaicas condenaram a fala do apresentador. Em nota, a CONIB (Confederação Israelita do Brasil) disse que “o discurso de ódio e a defesa do discurso de ódio trazem consequências terríveis para a humanidade, e o nazismo é sua maior evidência histórica”. A Federação Israelita do Estado de São Paulo repudiou a mensagem de forma veemente e reiterou o “compromisso em combater ideias que coloquem em risco qualquer minoria”.

Futebol