PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No 1ª clássico de 2022, América vence ABC no Frasqueirão e assume a ponta do Potiguar

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

23/01/2022 19h23

No primeiro Clássico-Rei de 2022, pela 5ª rodada do Campeonato Potiguar 2022, deu Mecão. Apesar de jogar em casa e chegar ao duelo com 100% de aproveitamento, o time Abcedista acabou sofrendo revés e viu seu arquirrival tomar de suas mãos, a liderança do campeonato. O placar final foi de 2 a 1 para o América-RN sobre o ABC-RN. Os gols foram marcados por Wallace Pernambucano e Zé Eduardo para os alvirrubros e Lucas Rex (contra) para os alvinegros.

CINCO MINUTOS E DOIS GOLS

Foi ainda na primeira etapa que o América construiu a vitória. O jogo era equilibrado, com o ABC levando mais perigo. Contudo, foi na efetividade que os visitantes abriram o placar. Aos 36 minutos, roubada de bola de William Marcílio, que desceu pela direita, cruzou na área, Zé Eduardo desviou, tirando a marcação da jogada e sobrou para Wallace Pernambucano, ”o Tanque”, que sem dificuldades mandou a bola para o fundo do gol.

A equipe da casa sentiu o gol e desligou. Cinco minutos depois veio mais um duro golpe. Wallace fez grande jogada pela esquerda, arrancando do meio-campo até a pequena área, dando apenas um toque para Zé Eduardo, que marcou o segundo gol do América na partida.

ALVINEGROS TENTAM REAÇÃO, MAS SEM SUCESSO

Sem Moacir Júnior na beira do campo (testou positivo para Covid-19), coube ao auxiliar, Altair Coimbra reorganizar a equipe Abcedista no intervalo, na tentativa de fazer o melhor ataque do campeonato voltar a funcionar e buscar uma virada histórica no clássico.

O que se viu, porém, foi diferente. Claramente, o ABC estava anulado, sem criatividade, fazendo uma partida abaixo das demais que fizera no campeonato até aqui. O alvirrubro, por sua vez, perdeu seu principal nome na partida, Wallace Pernambucano, que deixou o campo por desgaste físico. Restou a equipe de Renatinho Potiguar se defender e esperar os contra-ataques.

A partida caiu de produção. O ABC chegava sem levar grandes sustos. O goleiro alvirrubro sequer foi acionado. A esperança da torcida alvinegra até reacendeu aos 22 minutos, quando Wallyson, pela direita, cruzou a bola na área de forma rasteira, a bola desviou na zaga até bater em Lucas Rex e ir para o fundo das redes.

Com 1 a 2 no placar, os donos da casa se animaram, voltaram a acreditar no resultado positivo. Mas a produção ofensiva não evoluiu e o ABC não teve forças para empatar o jogo. Final de jogo e vitória do América-RN por 2 a 1 sobre o ABC.

FIM DO TABU

O América voltou a vencer o seu maior rival, no Frasqueirão após sete anos. A última vez havia sido na final do Potiguar de 2015, por 1 a 0, com gol de Flávio Boaventura, garantindo o título do estadual naquela edição.

PARTE FEIA DO CLÁSSICO

Antes do jogo, houve princípio de confusão envolvendo as duas torcidas na Rota do Sol. A Polícia Militar precisou intervir com balas de borracha e bombas de efeito moral. Outros conflitos foram registrados em diferentes regiões de Natal, capital potiguar.

No jogo, alguns objetos, tais como copos de cerveja, foram arremessados no campo de jogo e a arbitragem acolheu o material e deverá registrar na súmula de partida.

AGENDA

Novamente fora de casa, o América enfrentará o Força e Luz, no Estádio Nazarenão, na quarta-feira (26), às 15 horas. O ABC também atuará como visitante, contudo, dentro dos seus domínios: no Frasqueirão. O alvinegro enfrenta o Santa Cruz, na mesma quarta-feira, porém, às 20 horas.

NOVO LÍDER

Com a vitória no clássico, o América assume a ponta do campeonato estadual, com 12 pontos conquistados em cinco jogos. Da mesma forma, o ABC agora cai para a 2ª posição, perdendo apenas nos critérios de desempate. Potiguar Mossoró e Santa Cruz fecham o G-4.

FICHA TÉCNICA

5ª rodada, Campeonato Potiguar: Abc 1×2 América
Local: Estádio Frasqueirão – Natal
Data/hora: 23 de janeiro, às 16 horas

Escalação do ABC: Matheus Nogueira, Luís Gustavo, Ícaro, Richardson, Ítalo Henrique, Felipinho, Kelvin, Paulista, Jefinho, Allan Dias (C) e Wallyson; Técnico: Altair Coimbra

Escalação do América: Bruno Pianissola, Felipinho, Jean Pierre (C), Lucas Rex, Araújo, Leozinho, Téssio, Allef, Wallace Pernambucano, William marcílio e Ze Eduardo; Técnico: Renatinho Potiguar

Futebol