PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Orçamento do Flamengo para 2022 prevê R$ 140 milhões em venda de jogadores e considerável redução de dívida

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

29/11/2021 19h58

O orçamento do Flamengo para o ano de 2022 já está preparado e será votado no Conselho de Administração no início do próximo mês. A receita total para o ano que vem gira em torno R$ 1.000.030.000,00, com R$ 980 milhões de liquidez. Para o ano que vem, o resultado calculado é de R$ 186 milhões de superávit, incluindo R$ 140 milhões em venda de jogadores.

+ Flamengo anuncia saída do técnico Renato Gaúcho

+ Ficou no quase: derrota na final da Libertadores transforma 2021 em ano frustrante para o Flamengo

Os números que mais impressionam estão na diminuição do endividamento do clube. Segundo o portal "ge", o Rubro-Negro pretende reduzir suas dívidas de R$ 340 milhões para R$ 210 milhões, aumentando o patrimônio líquido, que vai de encontro com a redução do endividamento e aquisição de ativos. Neste último caso, está ligado à compra dos direitos de Pedro e Gabigol. A expectativa é de que a liquidez vá de R$ 160 milhões para R$ 340 milhões.

Em relação a investimento, a postura da cúpula rubro-negra deve ser a mesma deste ano: não investir (exceto em casos ímpares) em direitos de jogadores. O objetivo é prorrogar empréstimos, e contratar nos mesmos moldes de 2021. No entanto, o planejamento prevê R$ 207 milhões em aquisição de atletas, porém, nesse valor está a compra de Gabigol, Pedro e outros jogadores. Só no caso do camisa 21, o Rubro-Negro ainda pagará 10 milhões de euros.

Na estimativa de arrecadação em premiações das competições que disputará, o clube seguiu com os mesmos cálculos de 2021. No orçamento, a previsão conta com o time chegando em pelo menos no segundo lugar do Brasileirão e nas semifinais de Libertadores e Copa do Brasil.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Com o Maracanã aberto com 100% da capacidade, o clube planeja cerca de R$ 100 milhões com receita de bilheteria, e R$ 49 milhões do sócio-torcedor, que voltou a crescer com o retorno do público ao estádio. Já nas cotas de transmissão, estima-se R$ 360 milhões de receita. Nos patrocínios e publicidade, o Flamengo pretende arrecadar R$ 250 milhões em 2022.

Futebol