PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brock destaca importância de Luxemburgo e comenta balanço financeiro do Cruzeiro: 'Nem é o papel do jogador'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

19/10/2021 20h00

O zagueiro do Cruzeiro, Eduardo Brock, concedeu entrevista coletiva, nesta terça-feira (19), ao canal oficial do clube no YouTube. O atleta, um dos mais experientes do atual elenco celeste, aproveitou o momento para enaltecer a importância do técnico da Raposa, Vanderlei Luxemburgo. Segundo Brock, para além da experiência de treinador, somente seu nome já carrega peso. 

-  Desde o dia em que ele chegou aqui, ele é um cara com um peso e com uma importância enorme. É uma pessoa que até o dia de hoje nos ajudou demais em todos os aspectos, não só dentro de campo, mas na parte externa também. Ele é um cara que consegue cuidar bastante e nos blindar dessa parte externa. Então, ele é, claro, um cara de muito valor aqui dentro. O Luxemburgo, a pessoa, o nome Luxemburgo também é um nome gigante, um nome pesado, e isso nos ajuda bastante nesses momentos. Então, eu tenho certeza que a importância dele aqui para todos, não só jogador, como o clube, para o Cruzeiro em geral, é gigante. Ter o Luxemburgo no comando da equipe, ter o Luxemburgo dentro deste clube, é de suma importância e é um ponto muito positivo para o Cruzeiro nessa caminhada. 

Veja também: Rômulo comenta década do Cruzeiro sem vencer o Avaí: 'Tabus são para serem quebrados'

E falando em Luxa, Brock também destacou a falta que o técnico fará a beira do campo no próximo compromisso do Cruzeiro, diante do Avaí, na sexta-feira - Luxemburgo recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão. Apesar disso, o zagueiro cruzeirense mostrou confiança na comissão técnica do clube e nos possíveis substitutos do professor no banco de reservas. 

- Claro que o Luxemburgo é uma pessoa importante, é um peso ter o Luxemburgo ali com sua inteligência e experiência. Mas, também, ele traz com ele uma comissão técnica de muita qualidade. O Maurício tem uma enorme experiência também, e juntamente com Belletti, com a comissão em geral, eles conseguem suprir essa ausência dele muito bem, de uma boa forma. Então, é a gente entender o que o Luxemburgo quer para a gente dentro do jogo e reproduzir. E pode ter certeza que olhamos para o banco e vemos uma pessoa com muita experiência também, que é o Maurício ou o Belletti, quem for estar. Tem experiência e bagagem. É isso que importa, e sabendo que estamos jogando ali com um objetivo e da maneira que o Luxemburgo quer que a gente jogue. 

BALANÇO FINANCEIRO… 

Além disso, Eduardo Brock falou sobre o balanço financeiro do Cruzeiro, o qual foi divulgado também nesta terça-feira. Segundo o zagueiro da Raposa, não faz parte do papel de jogador acompanhar esse desenrolar externo. Ele ainda declarou deixar essa missão na mão dos diretores do clube. 

- Essa parte burocrática, digamos assim, essa parte externa é simplesmente com a direção. A gente não tem como ter um acompanhamento disso e acho que nem é o papel do jogador ter um acompanhamento dos balanços do clube. Mas, eu acredito que notícias negativas durante todo o ano tivemos em relação financeira do clube, mas a gente está lidando como vínhamos lidando desde o início, que é: independente disso, fazendo bons jogos, se dedicando e se entregando ao máximo. Tenho certeza que a direção vai de alguma forma conseguir fazer com que a situação melhore, mas a gente de maneira alguma deixa que isso influencie no jogo. 

PERMANÊNCIA! 

Brock também comentou sobre o fim de seu contrato, previsto para o fim da disputa do Campeonato Mineiro de 2022. Ele declarou não estar preocupado com a renovação no momento, apesar de ter desejo de permanecer no clube na próxima temporada. Conforme o atleta, o foco atual é totalmente nos objetivos ainda existentes em 2021. 

- Nem me passou essa questão de renovação, de pré-contrato, de possibilidade. Eu posso dizer que estou 100% concentrado em jogar e sempre no próximo jogo, até porque, querendo ou não, nós estamos em busca de um objetivo ainda e estamos lutando para que isso aconteça. Então, o meu foco é 100% nisso. Claro que sei quando meu contrato termina, mas sei também que coisas boas virão, eu sei que o Cruzeiro é um clube excelente para se trabalhar, pode ter certeza que o ambiente de trabalho e as pessoas que se trabalham aqui, é um dia a dia maravilhoso para se trabalhar. Óbvio que existem seus problemas, mas sei e tenho que entender a grandeza desse trabalho. Então, volto a dizer o que disse em outros momentos: estou muito feliz aqui, espero poder continuar aqui até mesmo depois do término do contrato, mas isso a gente deixa para pensar mais adiante, tanto com o clube quanto o Brock com empresários. Então, acho que isso é um assunto para mais adiante. Vamos focar 100% no próximo jogo que é o Avaí. 

E falando em foco na sequência da Série B, Brock afirmou ser esse um de seus papeis enquanto um dos líderes do atual elenco: fazer com que os mais jovens também mantenham o foco. 

- Eu acho que como aconteceu aí nessa última semana, nós cobramos da maneira que nós podíamos cobrar, mas como eu volto a dizer, temos que focar no jogo que isso é o mais importante de tudo, é representar o Cruzeiro, saber da importância de representar essa instituição. Isso é a frente de qualquer coisa, pode ter certeza. A gente está 100% focado nisso e o papel dos líderes é também fazer com que o grupo se foque nisso, que a gente pense na próxima decisão que é o Avaí, jogo dificílimo. Então, nesse momento, a gente não conversa mais sobre questões externas, questões particulares, questões financeiras do clube, mas sim em jogar, porque já é muito difícil fazer isso, enfrentaremos um Avaí que está no G4, então sabemos o que precisamos fazer e reproduzir. 

O Cruzeiro enfrenta o Avaí na próxima sexta-feira (22), às 21h30, na Ressacada, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e você acompanha todas as emoções da partida, em tempo real, no Esporte News Mundo. Atualmente, a Raposa é a 12ª colocada com 39 pontos conquistados até o momento. Enquanto isso, o Avaí é o quarto colocado com 50. 

Eduardo Brock, de 30 anos, chegou ao Cruzeiro em fevereiro deste ano. Desde então, atuou em 24 partidas com a camisa do clube mineiro e marcou um gol. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram Facebook

Futebol