PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Proxima rival dos EUA, Austrália elimina Argentina em adeus olímpico de Scola

04/08/2021 02h56

Saitama (Japão), 3 ago (EFE).- A Austrália se classificou nesta terça-feira para enfrentar os Estados Unidos nas semifinais do basquete, em Saitama, ao eliminar a Argentina com uma vitória por 97 a 59 e decretar a marcante despedida do ala-pivô veterano Luis Scola, de 41 anos, dos Jogos Olímpicos.

A partida foi interrompida perto do fim, quando Scola foi substituído. Em momento de emoção, jogadores, árbitros, funcionários da arena e atletas que assistiam à partida nas arquibancadas - que não receberam público - aplaudiram o ídolo argentino por vários minutos.

Remanescente da histórica "geração dourada" argentina, que foi campeã olímpica em 2004, em Atenas, Scola também conquistou a medalha de bronze pela seleção em 2008, em Pequim.

Os principais responsáveis pela folgada vitória australiana foram Patty Mills, com 18 pontos e quatro assistências; Nic Kay, com duplo-duplo de dez pontos e dez rebotes; e Matisse Thybulle, com 12 pontos e cinco rebotes.

Os destaques argentinos em quadra foram Facundo Campazzo, autor de nove pontos, quatro rebotes e cinco assistências, e o ex-Flamengo Nicolás Laprovittola, com 16 pontos e quatro assistências.

Com o resultado, os australianos terão como adversários nas semifinais os Estados Unidos, que horas antes venceram a Espanha por 96 a 81, também marcando o adeus dos irmãos Pau e Marc Gasol, que não defenderão mais a seleção espanhola.

Na outra semifinal, a França, que eliminou a Itália por 84 a 75, enfrentará a Eslovênia, que passou pela Alemanha com uma vitória de 94 a 70. EFE

mam/vnm

Esporte