PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lateral Emerson chega ao Barcelona prometendo lutar para ser titular

02/08/2021 20h09

Barcelona, 2 jun (EFE).- O lateral-direito Emerson foi apresentado nesta segunda-feira como jogador do Barcelona e chegou ao clube catalão prometendo brigar para ser titular do time dirigido pelo técnico holandês Ronald Koeman.

"Eu tinha o sonho de estar aqui no Barcelona. Eu me comprometo não só com o presidente, mas com todos, que a cada dia que eu entrar em campo serei melhor. Sei como é difícil estar aqui, trabalhei muito para isso e vou aproveitar ao máximo a oportunidade da melhor maneira possível", declarou o brasileiro de 22 anos.

O ex-jogador de Ponte Preta e Atlético-MG, que estava no Betis, prometeu se empenhar ao máximo e revelou que tinha o sonho de defender o Barça desde os nove anos, quando começou a jogar futebol.

O próprio presidente do Barcelona, Joan Laporta, comparou Emerson a outros laterais brasileiros que tiveram destaque com a camisa 'blaugrana', como Belletti, autor do gol do título da Liga dos Campeões de 2006, e Daniel Alves, multicampeão pelo clube.

"Emerson deve nos ajudar muito a construir este projeto esportivo que realmente queremos ver bem-sucedido", destacou Laporta. "Sempre que a equipe teve um bom lateral versátil, ela sempre se saiu bem", completou.

O lateral participou da última Copa América, assinou contrato até 30 de junho de 2024 e tem uma cláusula de rescisão de 300 milhões de euros. Ele assumiu a tutela do presidente a respeito de seu ídolo Dani Alves e revelou que conversou com o atleta do São Paulo antes de se transferir para o Barça.

"Ele me disse para vir aqui para fazer as coisas como tenho feito e que as coisas virão naturalmente", revelou Emerson no gramado do estádio Camp Nou.

O lateral não escondeu o desejo de atuar com Lionel Messi, que ainda está sem contrato com o Barcelona. "Jogar contra Messi é, se ele estiver bem, impossível. Porque ele é o melhor jogador do mundo e tem a facilidade de fazer as coisas. Se você perder sua concentração por um minuto ele pode fazer muitos estragos", elogiou o brasileiro, que enfrentou o camisa 10 nos dois anos e meio em que esteve no Betis.

O brasileiro terminou seu dia de apresentação deixando uma mensagem em catalão: "Estic molt feliç de estar a Barcelona" (estou muito feliz de estar em Barcelona)", disse timidamente.

Esporte