PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Time treinado por Xavi abre Mundial de Clubes com vitória na prorrogação

11/12/2019 17h42

Redação Central, 11 dez (EFE).- Na partida de abertura do Mundial de Clubes, o Al Sadd, equipe catariana treinada pelo espanhol Xavi Hernández, venceu o Hienghène, da Nova Caledônia, por 3 a 1 nesta quarta-feira, e se classificou para a segunda fase, em que enfrentará o Monterrey, do México.

O time de Xavi, que disputa a competição por ser o atual campeão nacional do país anfitrião, abriu o placar aos 25 minutos de jogo no Jassim Bin Hamad Stadium, em Doha, com gol de Bounedjah. Na segunda etapa, logo com um minuto de bola rolando, o Hienghène, representante da Oceania, empatou com Roine.

A igualdade em 1 a 1 prevaleceu até o fim do tempo normal, e os donos da casa obtiveram a classificação apenas na prorrogação. Abdelkarim desempatou aos nove minutos do primeiro tempo, e Ró-Ró confirmou a vitória ao balançar a rede aos oito do segundo.

Apenas um brasileiro esteve em campo em Doha, o volante Pedro Vilela, revelado pela base do Vasco e que se naturalizou português. O lateral-direito Marcos Paulo, ex-Marília-SP, ficou no banco.

Al Sadd e Monterrey, vencedor da Liga dos Campeões da Concacaf, se enfrentarão no próximo sábado e quem passar enfrentará o Liverpool, campeão europeu. Também no sábado será definido o adversário do Flamengo no duelo entre Al Hilal, da Arábia Saudita, e Espérance, da Tunísia. EFE

Esporte