Topo

Esporte


Bayern conquista Copa da Alemanha, faz "dobradinha" e frustra Leipzig

25/05/2019 17h39

Berlim, 25 mai (EFE).- Na primeira final em dez anos de fundação, o RB Leipzig teve de se contentar com o vice-campeonato ao ser derrotado neste sábado pelo Bayern de Munique por 3 a 0 no Estádio Olímpico de Berlim, com direito a dois gols do atacante Robert Lewandowski.

Em uma temporada na qual caiu ainda nas oitavas de final da Liga dos Campeões, em confronto com o finalista Liverpool, o Bayern voltou a dominar em âmbito nacional. O time bávaro se sagrou heptacampeão alemão e hoje faturou o título da copa pela 19ª vez, a primeira desde 2016.

O técnico Niko Kovac comemorou de maneira especial, já que venceu a 'DFB Pokal' pelo segundo ano seguido. Em 2018, superou a equipe de Munique dirigindo o Eintracht Frankfurt. Entre os seus comandados, a conquista foi a última de Arjen Robben e Franck Ribéry pelo Bayern, já que não tiveram seus contratos renovados. Os dois entraram em campo no segundo tempo, enquanto o lateral Rafinha, que vem sendo especulado como reforço do Flamengo, permaneceu no banco.

Para o Leipzig, a derrota representou o fim de um sonho. O time do leste da Alemanha jamais havia passado das oitavas de final da copa nacional e desta vez esteve perto do troféu.

O placar da decisão em Berlim foi "mentiroso", pois o triunfo não foi dos mais fáceis para o pentacampeão europeu. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Poulsen quase abriu o placar para os comandados do técnico Ralf Rangnick, em cabeceio forte, mas o goleiro Neuer operou um milagre, e a bola ainda pegou no travessão, mas não entrou.

O Leipzig tinha mais a bola, mas o Bayern fez 1 a 0 aos 28 minutos. Coman abriu na esquerda para Alaba, que cruzou na medida e Lewandowski completou para a rede para fazer 1 a 0.

Logo aos dois minutos da segunda etapa, o time do leste alemão teve tudo para empatar com Forsberg, que partiu sozinho, mas parou em mais uma defesa incrível de Neuer.

O jogo era lá e cá, com chances para os dois lados, mas o Bayern foi às redes mais duas vezes na parte final e ficou com o troféu. Aos 32 minutos, Kimmich cruzou, a defesa desviou, e Coman dominou com estilo, tirando da defesa, antes de chutar no cantinho e aumentar.

Aos 39, Kimmich aproveitou o erro de passe e fez o lançamento do campo de defesa. Lewandowski correu mais que a marcação e deu um toque sutil por cobertura na saída do goleiro Gulácsi e deu números finais ao confronto. EFE

Mais Esporte