PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mesmo sem poder contratar, Autuori se diz esperançoso com projeto na Colômbia

12/12/2018 21h17

Bogotá, 12 dez (EFE).- O novo técnico do Atlético Nacional, Paulo Autuori, disse confiar no projeto do clube para a temporada 2019, embora não possa inscrever novos jogadores devido a uma punição aos 'Verdolagas' recebida por uma negociação envolvendo o atacante Fernando Uribe, atualmente no Flamengo.

"Com o problema jurídico pelo qual o Atlético Nacional passa, quero dizer que sob qualquer circunstância estou envolvido de corpo e alma com o projeto do clube, no qual acredito muito", afirmou Autuori em comunicado emitido pelo Nacional.

O clube de Medellín apelou à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para reverter a punição imposta pela Federação Colombiana de Futebol (FCF), que exige ainda o pagamento de US$ 5 milhões ao Cortuluá que seriam referentes à transferência de Uribe para o Toluca em 2015.

O presidente dos 'Verdolagas', Juan David Pérez, lamentou que 2018 tenha sido um ano "mais de tribunal que de futebol" para o Nacional e lembrou que há outros problemas judiciais. Um deles envolve o Expresso Rojo, rebatizado de Tigres, que disputa a segunda divisão, que exige dinheiro pela transferência do atacante Orlando Berrío, outro que hoje joga no Flamengo.

Há ainda processos por parte dos clubes amadores Leonel Álvarez e Pedro Sellares pelas transferências de Marlos Moreno, também no Fla atualmente, e Davinson Sánchez, do Tottenham, respectivamente.

No âmbito esportivo, no dia 4 de janeiro os jogadores e a nova comissão técnica do Nacional começarão a pré-temporada. A expectativa, de acordo com a diretoria, é montar um time competitivo para brigar por títulos.

Esporte