PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Conmebol convoca presidentes de River e Boca para reunião na próxima terça

25/11/2018 16h43

Buenos Aires, 25 nov (EFE).- O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, convocou os mandatários de River Plate e Boca Juniors, Rodolfo D'Onofrio e Daniel Angelici, respectivamente, para uma reunião em Assunção na próxima terça-feira para discutir a nova data do jogo de volta da final da Taça Libertadores.

"A nova data da final será analisada e decidida em reunião em Assunção na terça-feira, 27, às 10 da manhã (local, 11h de Brasília) com os presidentes dos clubes finalistas, Boca Juniors e River Plate", afirmou Domínguez através de uma nota emitida pela confederação continental.

A Conmebol havia anunciado anteriormente o adiamento da final, sem previsão de data, alegando ter como objetivo a preservação da igualdade esportiva. A entidade atendeu a um pedido do Boca, que teve jogadores feridos ontem no ataque ao ônibus do clube.

O segundo jogo da decisão da Libertadores estava marcado para este sábado, mas a bola não rolou porque o ônibus que levava a delegação 'xeneize' do hotel de concentração para o estádio Monumental de Nuñez foi atacado com pedras e outros objetos. Para piorar, a polícia tentou dispersar a multidão com gás de pimenta e acabou afetando alguns jogadores, que se sentiram mal.

O meia Pablo Pérez, com uma lesão no olho causada por estilhaços da janela do veículo, precisou ser hospitalizado fora do estádio. Alguns jogadores sofreram cortes pelo corpo, e outros, como o atacante Carlos Tévez, vomitaram diversas vezes pelos efeitos do gás.

A partida começaria ontem às 18h (de Brasília). Com a confusão, a Conmebol reagendou o pontapé inicial três vezes: para as 19h e para as 20h15 de ontem e para as 18h de hoje, mas acabou optando pela suspensão.

Esporte