PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Infantino exalta Catar e cita Rússia como exemplo de sede da Copa do Mundo

20/11/2018 17h06

Redação Central, 20 nov (EFE).- O presidente da Fifa, Gianni Infantino, exaltou nesta terça-feira o Catar como sede da Copa do Mundo, que terá início daqui quatro anos, e citou a Rússia como exemplo para os organizadores da próxima edição da competição.

"É muito importante, não só para o Catar, mas, para toda a região. Uma região que sente paixão pelo futebol e está investindo muito nele", disse o dirigente, em comunicado divulgado pelo Comitê Organizador Local.

Nesta quinta-feira, será celebrada o início da contagem regressiva para a abertura do Mundial, o que motivou a nota com as declarações de Infantino. No texto, o dirigente aponta que a edição deste ano é considerada um marco para a Fifa.

"Há muitas lições que podemos aprender com a Rússia. A primeira é como dar boas-vindas a tanta gente. Um milhão e meio de pessoas foram para a Rússia desfrutar da Copa, e todos foram recebidos de uma maneira surpreendente para muitos", afirmou.

"Havia muitos temores sobre a Rússia, mas, acabou sendo um Mundial muito segudo, um Mundial muito acolhedor, em um país que fazia os torcedores se sentirem bem. Toda a população contribuiu para isso, e tenho certeza que o mesmo acontecerá no Catar. A Copa da Rússia foi a melhor da história, e a de 2022 tem que ser melhor ainda", completou Infantino.

Esporte