PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sindicato de jogadores franceses defende Neymar e critica o Barça

23/08/2017 20h31

Paris, 23 ago (EFE).- O sindicato dos jogadores profissionais da França (UNFP) saiu nesta quarta-feira em defesa do atacante Neymar em seu conflito judicial com o Barcelona e fez duras críticas ao clube catalão, que quer a devolução do valor correspondente às luvas recebidas pelo brasileiro em renovação de contrato no ano passado.

"A UNFP apoia sem reservas o jogador brasileiro e não duvidaria em dar-lhe alguns conselhos caso a nova contratação do Paris Saint-Germain nos peça, porque seu antigo clube, o qual nunca tínhamos visto tão rancoroso e mesquinho, acaba de apresentar um processo contra ele", disse o sindicato em comunicado.

O organismo afirmou que o Barça precisa "saber perder", mas admitiu que as regras do jogo precisam mudar, principalmente as cláusulas de rescisão contratual aplicadas aos atletas, as quais chamou de "desmedidas".

"Vamos deixar o jogador mostrar o seu talento, como fez na terceira rodada do Campeonato Francês. É melhor que colocá-lo diante dos juízes por mera vingança", destacou o sindicato, em referência à atuação de Neymar na goleada sobre o Toulouse por 6 a 2 no último domingo.

Na terça-feira, o Barcelona entrou com ação contra o brasileiro, agora jogador do Paris Saint-Germain, exigindo pagamento de indenização de 8,5 milhões de euros (R$ 31,5 milhões) e um adicional de 10% a título de juros por ter quebrado o contrato renovado no ano passado.

Esporte