PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Carlos 'Boi' é suspenso por 18 meses após flagra em exame antidoping

Ag. Fight

18/01/2022 16h04

Promessa brasileira dos pesos-pesados do UFC, Carlos 'Boi' foi suspenso por 18 meses após ser flagrado em um exame antidoping realizado pela Comissão Atlética de Nevada no dia de sua última luta no octógono, em outubro de 2021. Desta forma, o lutador só poderá voltar à ação em abril de 2023.

O comunicado foi divulgado pela entidade nesta terça-feira (18) e, além da suspensão, também impõe ao atleta uma multa de 15% de sua bolsa para o duelo contra o ex-campeão do UFC Andrei Arlovski - Boi foi derrotado pelo rival por decisão unânime dos jurados.

A substância encontrada no exame do atleta foi a 'boldenona', que ajuda a reter a massa muscular magra e fornece uma melhora geral no condicionamento corporal - resistência e recuperação muscular. Vale lembrar que, em 2017, o atleta foi flagrado em um outro exame e suspenso pela USADA. Como, neste caso, o exame foi mediado pela Comissão Atlética de Nevada, Boi não é considerado reincidente.

Em carta aberta enviada à reportagem da Ag Fight, a equipe do peso-pesado, através do empresário Leonardo Pateira, nega o uso de qualquer substância ilícita.

"Boi disse que não tomou nada. Na verdade, ele tinha que ser louco pra tomar. Ele fez o teste da USADA 20 dias antes da luta com o Arloviski e 20 dias depois e não deu nada. Ele caiu no teste que ele fez pela Comissão de Nevada no dia da luta, mas está tudo muito estranho, porque os próprios especialistas do assunto do UFC disseram que se ele deu positivo no dia da luta, no teste que ele fez 20 dias depois tinha que indicar algum metabólito da substância, e não indicou absolutamente nada!

Até mesmo a possibilidade do suplemento contaminado não faria muito sentido, suplementos esses, que para testar cada um, é uma fortuna. Fora advogado também, que é caríssimo, tudo em dólar. Ao meu ver é uma injustiça muito grande, até o shape e o físico dele exatamente o mesmo das últimas lutas. Enfim, mas vamos aguardar aí o desenrolar!".

Esporte