PUBLICIDADE
Topo

Removido do posto de campeão do UFC, Cejudo agradece: "Viagem maravilhosa"

Ag. Fight

25/05/2020 18h41

Após ter seu nome retirado do ranking do UFC, deixando vago o posto de detentor do cinturão peso-galo (61 kg) da organização, Henry Cejudo se pronunciou pela primeira vez como ex-campeão. O americano - que anunciou sua aposentadoria recentemente - utilizou sua conta oficial no 'Twitter' para agradecer ao presidente do Ultimate, Dana White, assim como aos seus treinadores e fãs (veja abaixo ou clique aqui).

Logo após defender com sucesso o cinturão dos galos diante de Dominick Cruz no UFC 249, realizado no dia 9 de maio, Cejudo pegou o mundo do MMA de surpresa ao pendurar as luvas ainda no octógono. Apesar de sua decisão não ter convencido totalmente o público, já que alguns especulam que o anúncio faria parte da estratégia do lutador para ganhar um aumento salarial, a atitude do Ultimate de retirá-lo do ranking e a mensagem de despedida via redes sociais parece confirmar a veracidade da aposentadoria.

"Obrigado pelas experiências espetaculares, tio Dana (White). Eu vou ser para sempre grato. Obrigado por dar uma chance ao esporte que as pessoas achavam que nunca sobreviveria. Para todos os meus treinadores e fãs, isso foi uma viagem maravilhosa. Triple C está fora", escreveu Cejudo.

Medalhista de ouro no wrestling na Olimpíada de Pequim, em 2008, Henry Cejudo atingiu o auge de sua carreira no MMA - iniciada em 2013 - nos últimos dois anos, com a conquista dos cinturões peso-mosca (57 kg) e peso-galo do UFC. Após abdicar do título da categoria até 57 kg, o americano saiu vitorioso de sua primeira defesa da cinta até 61 kg no último dia 9 de maio, quando superou por nocaute técnico Dominick Cruz, na edição 249 do Ultimate, em Jacksonville (EUA).

Esporte