PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atropelo! Números comprovam domínio de Holloway sobre Ortega no UFC 231

Ag. Fight

11/12/2018 07h00

A luta principal do UFC 231 colocou frente a frente Max Holloway e Brian Ortega, que disputaram o cinturão dos pesos-penas (66 kg) no último sábado (8). A expectativa era de um duelo equilibrado, mas a atuação do campeão havaiano transformou o combate em um verdadeiro monólogo, e os números traduzem isso. De acordo com o site especializado em dados, o 'Fight Metric', 'Blessed' atacou 'T-City' mais de 500 vezes em apenas quatro rounds - 290 delas com golpes significativos que atingiram o desafiante.

Outra estatística que demonstra o domínio de Max são as tentativas de queda. O havaiano tentou levar Brian para o chão apenas uma vez, e conseguiu com sucesso. Já Ortega buscou derrubar o campeão 11 vezes ao longo do combate, e foi bem-sucedido em apenas duas delas - 18% de aproveitamento.

Não coincidentemente, o quarto e último round foi o período em que Ortega, já cansado e frustrado na troca de golpes em pé, mais tentou levar a luta para o solo - cinco vezes, todas sem sucesso. E foi exatamente nesse assalto que Holloway aproveitou o desgaste do desafiante para aplicar a única queda que tentou durante todo o confronto.

A diferença de golpes aplicados em pé durante o quarto round é ainda mais discrepante. Holloway acertou Ortega 134 vezes de forma significativa, com um aproveitamento de 68%. Já T-City tocou o campeão apenas 28 vezes, quase cinco vezes menos que seu adversário.

Holloway também foi superior no número de golpes aplicados por região. O havaiano acertou Ortega quase três vezes mais, tanto na cabeça quanto no corpo, com 244 e 41 ataques, respectivamente. Já Brian aplicou apenas 87 e 16 golpes, nas mesmas regiões do campeão.

O domínio dentro do octógono foi tamanho que, após a luta, Ortega admitiu que concordou com a decisão de juiz, que interrompeu o combate no intervalo do quarto para o quinto round. Com o triunfo diante de T-City, Holloway manteve seu cinturão e ampliou para 13 o número de vitórias seguidas dentro do UFC. O havaiano não perde um confronto oficial de MMA desde 2013, quando foi superado por Conor McGregor.

Esporte