PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empresário revela que Khabib tem apenas mais uma luta no UFC

Ag. Fight

21/11/2018 16h20

É verdade que os rumores de uma luta de boxe entre Floyd Mayweather e Khabib Nurmagomedov já foram mais fortes, mas as partes envolvidas não parecem desistir da ideia. O empresário do russo, Ali Abdelaziz, afirmou que o confronto continua em seus planos e revelou uma informação importante sobre a viabilidade da migração de 'Eagle' para o boxe: ele vai fazer seu último combate no contrato com o UFC.

Embora não tenha garantido que Khabib subirá no ringue, Ali afirmou que o russo está interessado em encarar 'Money'. A questão agora seria onde. Dana White, presidente do UFC, já declarou que, enquanto o campeão dos pesos-leves (70 kg) estiver vinculado com a organização, o duelo só poderá acontecer nas regras do MMA e no octógono da empresa - o que, por motivos óbvios, não agrada a Floyd. No entanto, Abdelaziz deixou claro que esta exigência pode cair em breve.

"Dana White é o presidente do UFC, e Khabib tem uma luta restante em seu contrato. Ele  quer que Khabib enfrente Floyd em uma luta . Floyd Mayweather não é um lutador. Ele é um atleta. Boxe é um esporte no qual você só pode usar sua mão, mas no UFC ou no MMA eles vão acabar com você se você só souber boxe. Floyd é um boxeador, Dana disse para ele entrar no octógono, mas ele nunca vai fazer isso. Qualquer boxeador que entrar no octógono vai levar uma surra", disse, em entrevista ao site 'TMZ Sports'.

"Floyd está se amedrontando ao dizer: 'Venha lutar boxe comigo, eu sou o Lado A'. Ele não é o 'Lado A'. Ele tem 50 anos, seu tempo passou. Honestamente, acho que Khabib venceria em uma luta de boxe, em uma partida de 'Air Hockey', em uma luta de MMA, em uma luta de kickboxing... É por isso que ele vai para o Japão para fazer uma luta falsa . Ouça: temos uma luta restante no contrato. Se o UFC quiser fazer uma luta de boxe, topamos. Se eles não quiserem, vamos seguir e simplesmente fazer nossa última luta . E, talvez, possamos lutar com Floyd no fim de 2019. Mas, agora, Khabib é um lutador do UFC, Dana White é nosso parceiro e vamos respeitá-lo", ponderou.

Ali fez referência a uma recente declaração de Mayweather ao mesmo site, na qual o pugilista descartou uma migração ao octógono. Na ocasião, 'Money' afirmou que é o 'Lado A' da possível luta e que será ele quem apontará as regras do confronto - que seriam as do boxe.

"Eles disseram que teria de acontecer no octógono, e eu disse: 'Só me diga onde Khabib ganhou nove dígitos antes no octógono. Se ele nunca fez nove dígitos, ele não é o Lado A'. Eu sou o Lado A, então, se vocês querem que a luta aconteça, vocês precisam fazer do meu jeito. Meu jeito, minhas regras", afirmou.

Abdelaziz, por sua vez, falou que um eventual embate de Mayweather e Khabib, mesmo no boxe, não teria o mesmo desfecho da luta do pugilista contra Conor McGregor em agosto de 2017, quando o irlandês foi nocauteado no décimo round.

"Ele sabe que os caras do UFC carregam os números, como Khabib, Conor, todos estes caras. Ele pensa que é dinheiro fácil, mas acredite: Khabib vai nocauteá-lo. É a minha opinião. Ele é grande demais, forte demais. Ele não pode fazê-lo desistir como Conor desistiu. Ele fez Conor desistir, mas não pode fazer Khabib desistir", gabou-se.

"Se você quer ver quem é o lutador completo, venha para o UFC. Enfrente Khabib em uma luta de MMA. Mas ele precisa ter dinheiro suficiente para um seguro de vida e precisa ter dinheiro para um seguro saúde muito, muito bom. Porque ele não vai andar mais. Vai beber água de canudo", projetou.

Aos 41 anos, Floyd fez sua última luta em agosto de 2017, contra Conor McGregor. 'Money' derrotou o irlandês por nocaute no décimo round e voltou à aposentadoria. De lá para cá, já acenou com uma revanche contra Manny Pacquiao - posteriormente desmentida - e negocia uma luta de exibição no Rizin, no dia 31 de dezembro.

Esporte