PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeã do UFC recusa luta contra 'Cyborg': "É uma trapaceira comprovada"

Ag. Fight

26/05/2017 19h13

Germaine De Randamie é a primeira campeã peso-pena (66 kg) feminina do UFC – Florian Sädler

A novela parece ter chegado ao fim e o desfecho pode não agradar Cris ‘Cyborg’. Depois de semanas de especulação sobre um possível duelo entre a brasileira e Germaine de Randamie, primeira campeã peso-pena (66 kg) do UFC, a holandesa tomou a sua decisão e se recusou a enfrentar a rival, além de fazer duros ataques à ex-atleta da Chute Boxe.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o empresário de Germaine, Brian Butler, contou que a atleta se reuniu com sua equipe e decidiu não enfrentar Cris uma vez que eles consideram ela uma “trapaceira”. De acordo com o manager, a holandesa e seu time são contra a participação de Cyborg em qualquer luta dentro do UFC.

“Germaine e sua equipe conversaram e a decisão é que ela não enfrentará a Cyborg porque a Cyborg é uma trapaceira conhecida e comprovada. Mesmo depois da vista grossa que fizeram com a Cyborg, ela ainda conseguiu ser flagrada e sempre será uma pessoa suspeita que está tentando vencer o sistema ao invés de jogar conforme as regras. Por esse motivo, Germaine e sua equipe não acreditam que Cyborg deveria sequer ser autorizada a competir no UFC. Se essa é a única luta que o UFC quer, então Germaine está disposta a esperar para ver se o UFC tirará o seu cinturão antes dela tomar qualquer atitude”, declarou.

Germaine conquistou o título inaugural dos pesos-penas depois de superar Holly Holm em fevereiro passado. Em dezembro, Cyborg chegou a ser suspensa provisoriamente pela USADA (agência americana de controle antidoping) depois de um flagrante em um exame, mas acabou liberada pouco tempo depois sem sofrer qualquer punição.

Esporte