PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Comissão veta participação de Cain Velasquez no UFC 207

Cain Velasquez não foi liberado para lutar pela comissão - Rey Del Rio/Getty Images
Cain Velasquez não foi liberado para lutar pela comissão Imagem: Rey Del Rio/Getty Images

24/12/2016 22h00

Depois de muita especulação, Cain Velasquez não poderá se apresentar no UFC 207, programado para o dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA). O americano de origem mexicana foi vetado pela Comissão Atlética de Nevada (NAC, na sigla em inglês) por conta das dores nas costas que vinha sentindo há algum tempo. O ex-campeão enfrentaria Fabricio Werdum no card principal do evento, que acontecerá em Las Vegas (EUA). A notícia foi primeiramente divulgada pelo site americano da ESPN.

Diretor executivo da comissão, Bob Bennett confirmou ao site MMA Fighting que o atleta não estaria apto a se apresentar daqui seis dias por conta da dor nas costas, que necessitaria de uma cirurgia.

“Baseado nos registros médicos, entrevistas do sr. Velasquez e julgamento do nosso presidente, representantes, diretor executivo e médicos, e para proteger a saúde e a segurança do lutador, nós determinamos que o sr. Velasquez é incapaz de lutar”, afirmou Bennett.

Velasquez deu algumas entrevistas recentemente revelando que passaria por uma cirurgia logo após a luta com Werdum. Isso pode ter acendido o sinal de alerta para a NAC investigar melhor a situação física do americano.

Ainda não ficou claro se o UFC buscará outro oponente para Werdum. Durante a semana, diante de especulações, Junior ‘Cigano’ chegou a dizer que estava pronto para lutar.

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Esporte