PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Stefano Domenicali, ex-chefe da Ferrari, será o novo CEO da Fórmula 1

25/09/2020 16h18

Paris, 25 Set 2020 (AFP) - O italiano Stefano Domenicali, ex-diretor esportivo da Scuderia Ferrari, foi nomeado CEO da Formula One, promotora da Fórmula 1, anunciou nesta sexta-feira a empresa organizadora do campeonato.

Domenicali, de 55 anos, vai assumir o cargo em janeiro de 2021 após a saída planejada do atual patrão Chase Carey, de 66 anos, que ocupará uma função de presidente não executivo.

"Estou muito feliz de me juntar à organização da Fórmula 1, esporte em que estive durante toda a minha vida. Nasci em Imola e moro em Monza", disse Stefano Domenicali, se referindo aos dois famosos circuitos italianos.

Domenicali começou sua carreira na Ferrari em 1991, antes de se tornar diretor esportivo da Scuderia em 2008. Ele então se juntou ao grupo Volkswagen/Audi para lidar mais especificamente com a fabricante de carros esportivos Lamborghini.

Ele é também membro do Conselho Mundial da Federação Internacional de Autombilismo (FIA), na comissão encarregada dos carros.

O atual promotor da F1 é o grupo americano Liberty Media, que assumiu o controle em 2017. Chase Carey substituiu o britânico Bernie Ecclestone, de 89 anos, que presidiu a mais popular modalidade de automobilismo do mundo durante várias décadas.

jld/fbx/psr/pm/aam

LIBERTY MEDIA

VOLKSWAGEN

FERRARI N.V.

Esporte