PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Atlético vence Liverpool por 1-0 e larga em vantagem nas oitavas da Champions

18/02/2020 19h23

Madri, 18 Fev 2020 (AFP) - Com Mané, Salah e Firmino, mas sem conseguir dar um chute a gol do adversário, o Liverpool, atual campeão europeu, foi derrotado por 1 a 0 pelo Atlético de Madrid no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta terça-feira na capital espanhola.

O Atlético aproveitou a primeira chance que teve na partida, com Saúl Ñíguez logo aos 4 minutos de jogo, para marcar o único gol da partida, garantindo a vantagem do empate no jogo de volta, que será disputado no dia 11 de março em Anfield.

A derrota acaba com a impressionante sequência de 14 jogos sem perder do Liverpool, líder isolado da Premier League e que busca defender o título da Champions conquistado na temporada passada.

No estádio Wanda Metropolitano de Madri, o Liverpool encontrou enorme dificuldade para colocar em prática seu jogo agressivo e rápido, encontrando pela frente um Atlético que voltou a mostrar sua famosa qualidade defensiva sob o comando do técnico Diego Simeone.

Para piorar a situação dos ingleses, foi o Atlético que saiu na frente logo no início do jogo com Saúl, que aproveitou um rebote dentro da área do Liverpool para fuzilar as redes do goleiro Alisson, após cobrança de escanteio.

Com a vantagem no placar, o Atlético deu um passo para trás e fez o que melhor sabe fazer: não deu espaço e tentou surpreender o adversário com contra-ataques rápidos.

O momento de maior tensão para os Colchoneros na partida foram os primeiros 15 minutos do segundo tempo, depois do Liverpool voltar do intervalo com uma postura ainda mais agressiva.

Mesmo encurralados, os comandados de Diego Simeone se mantiveram firmes e aguentaram a pressão inglesa, tanto que, ao som do apito final, o goleiro Oblak saiu de campo sem ter feito uma defesa em todo o jogo, isso contra um dos ataques mais letais do futebol mundial.

Nos minutos finais da partida, já sem Mané e Salah, substituídos por Klopp, que preferiu não desgastar ainda mais seus principais jogadores, o Liverpool diminuiu o ritmo.

Já Simeone colocou em campo o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa para segurar a bola longe de seu próprio gol e selar a vitória, enquanto Renan Lodi, titular na lateral-esquerda, se manteve firme na partida, na qual foi um dos destaques do Atlético tanto na defesa como no apoio ao ataque.

Para manter vivo o sonho de defender o título europeu, o Liverpool terá que vencer em Anfield por dois gols de diferença. Já o Atlético, que terá a vantagem do empate, poderá armar uma estratégia defensiva baseada nos contra-ataques para voltar a surpreender Salah, Mané, Firmino e companhia.

gr/mcd/am

Esporte