PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Djokovic afirma estar "rejuvenescido e regenerado"

30/10/2016 15h16

Paris, 30 Out 2016 (AFP) - Novak Djokovic se sente "rejuvenescido e regenerado" para defender o título do Masters 1000 de Paris e o primeiro lugar no ranking mundial, afirmou o tenista sérvio neste domingo.

"Ganhar Roland Garros este ano me trouxe muita alegria, mas também demandou muita energia. Eu me senti um pouco exausto depois e menos motivado", declarou o sérvio, 29 anos, na véspera da estreia no último Masters 1000 do ano.

"Tomei um tempo para pensar em todas essas coisas, para procurar uma nova motivação e uma nova ambição. Encontrei. Me sinto bem. Estou feliz em voltar a Paris. Espero ter uma boa semana aqui", declarou Djokovic, que vem de derrotas nas semifinais do Masters 1000 de Xangai e na final do US Open.

Em Paris, onde conquistou o título quatro vezes (2009, 2013, 2014, 2015), o sérvio poderia perder o primeiro lugar no ranking ATP, que ocupa há mais de dois anos, para Andy Murray, caso o britânico chegue a final e Djokovic fique pelo caminha nas quartas de final.

"Isso me dá vontade de entrar na quadra e de lutar por cada ponto, porque tenho algo a perder no fim", completou.

Na estreia no Masters 1000 de paris, Djokovic enfrentará o vencedor do confronto do Qualifying entre o espanhol Nicolas Almagro e o luxemburguês Gilles Muller.

Esporte