PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

'Nada apaga uma história', diz Edilson sobre 'rosto pichado' em mosaico

Edílson Capetinha, comentarista da TV Band - Reprodução/Band
Edílson Capetinha, comentarista da TV Band Imagem: Reprodução/Band

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/06/2021 16h15

Edilson usou de seu perfil oficial no Instagram para se posicionar sobre a atitude das torcidas organizadas do Palmeiras, que tamparam seu rosto em um mosaico feito em homenagem ao título do Campeonato Paulista de 1993, conquistado contra o rival Corinthians.

"Mesmo vocês fazendo isso, eu me orgulho muito em ter vestido essa camisa tão grande do futebol mundial S.E Palmeiras. Clube que me deu a oportunidade de ser conhecido no mundo inteiro, muitos títulos conquistados com muita dedicação e suor", começou por dizer.

Ainda no assunto, o ex-jogador e atual comentarista do Jogo Aberto, da Band, afirmou que prezou sempre o respeito aos clubes que defendeu em sua carreira.

"Sempre fui um profissional grato a todos os clubes que eu passei, principalmente a quem abriu as portas no início da minha carreira, se um dia fiz algo de errado peço desculpas a todos os torcedores e diretoria. Enquanto ser corinthiano foi uma opção, escolha e tem que ser respeitada. Nada apaga uma história", finalizou.

Por mais que tenha conquistado o título em questão com o Palmeiras, Edilson é torcedor declarado do Corinthians e marcou o clássico paulista durante um jogo em 1999, quando fez embaixadinhas e provocou o time do Palestra Itália.

Neto defende Edilson

Durante a apresentação do 'Os Donos da Bola', Neto comentou a atitude da torcida organizada do Palmeiras e pediu mais respeito ao seu ex-companheiro de programa.

"Precisa respeitar a história do Edílson no Palmeiras. Um grande ídolo do futebol brasileiro, que já esteve com a gente aqui no Donos da Bola e agora está no Jogo Aberto. O que foi feito foi uma grande falta de respeito e pouca gente falou", disse ele, que completou:

"Achei até um preconceito com o Edílson e com a força que ele tem. Nenhum jogador da foto saiu em defesa dele, porque muitas vezes nós jogadores e ex-jogadores não fazemos isso. Faltou respeito."

Palmeiras