PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lutador que é drag queen: 'Problema é a necessidade de rotular as coisas'

Diego Garijo é drag queen e lutador de MMA - Reprodução
Diego Garijo é drag queen e lutador de MMA Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/03/2021 22h03

Lutador de boxe sem luvas e drag queen, Diego Garijo questionou a "necessidade que as pessoas têm de rotular as coisas". Em entrevista ao "Fantástico", o esportista explicou o nascimento da atriz Lola e afirmou que seu "destino era ser artista".

Lutador de MMA, Diego precisou interromper a carreira por conta de um descolamento de retina. Após passar por um "emprego comum e burocrático", o esportista voltou aos ringues em 2018, mas no boxe sem luvas. Já Lola nasceu depois de Garijo procurar ajuda profissional, fazer terapia e curso de autoconhecimento.

"Entendi que o meu destino era ser artista. Eu realmente acho que os artistas são meio diferentes das outras pessoas, e eu sempre me senti um estranho", contou o lutador, que também é pintor.

"Você não tem que entender as pessoas, você tem que respeitar (...) Eu tenho três filhos lindos, e eles estão crescendo num ambiente também livre. Você pode ser um homem muito feminino e ainda ser hétero, assim como ser muito masculino e ser gay. O problema é sempre essa necessidade que as pessoas têm de rotular as coisas", completou.

Esporte