Topo

Esporte


Treinador de patinação artística é banido do esporte por acusações de abuso

10/01/1998: Richard Callaghan espera por resultados do Campeonato Norte-Americano de Patinação Artística com Tara Lipinski - Jamie Squire /Allsport
10/01/1998: Richard Callaghan espera por resultados do Campeonato Norte-Americano de Patinação Artística com Tara Lipinski Imagem: Jamie Squire /Allsport

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

22/08/2019 14h44

Richard Callaghan, treinador de patinação artística norte-americano, foi banido de forma vitalícia do esporte após acusações de abuso sexual. A entidade que cuida da patinação artística nos EUA, a US Fifure Skating, declarou o técnico "permanentemente inelegível" para trabalhar no país.

O ex-patinador Craig Murizi foi o primeiro a denunciar Callaghan, em 1999. O atleta disse, na época, que o técnico começou a abusar sexualmente dele em 1976, quando ele tinha apenas 13 anos de idade.

Mais recentemente, Adam Schmidt levantou uma segunda denuncia contra Callaghan, alegando que foi abusado entre os anos de 1999 e 2001, quando foi treinado por ele, começando aos 14 anos de idade.

O advogado de Schmidt, John Manly, criticou a US Figure Skating por não ter agido antes contra o treinador. Manly disse que o banimento deveria ter acontecido ainda nos anos 1990.

O próprio acusador expressou sentimento semelhante. "Como isso aconteceu? Por que 20 anos atrás todo mundo sabia e ninguém fez nada? Se eles tivessem feito algo, eu nunca teria sido abusado", comentou.

Callaghan é um dos principais treinadores de patinação dos EUA -- foi técnico da campeã olímpica Tara Lipinski e do campeão mundial e seis vezes campeão nacional Todd Eldredge, entre outros.

Mais Esporte