PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Piloto que puxou freio de rival perde licença e anuncia saída da Moto2

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/09/2018 13h44

A carreira de Romano Fenati, que puxou o freio do rival Stefano Manzi durante o Grande Prêmio de San Marino da Moto 2 no último fim de semana, está suspensa por tempo indeterminado. Nesta terça-feira (11), em entrevista concedida ao jornal La Reppublica, o piloto italiano anunciou que deixará o esporte depois de ter a licença cassada na Itália.

“O Mundial está acabado para mim, não correrei nunca mais”, sentenciou o competidor, que já traça planos para o futuro longe das pistas.

“Vou voltar para os estudos, acabarei no próximo ano. Enquanto isso, voltarei a trabalhar na loja de ferragens do meu avô”, acrescentou Fenati, que considera um exagero toda a repercussão negativa sobre o ato em San Marino.

“Não é meu mundo, é uma demasiada injustiça. Eu errei, é verdade, mas ninguém se importa com a minha dor. Não fui um verdadeiro homem, não consegui manejar a minha ira, mas Manzi poderia ter me matado também”, completou.

Demitido da equipe Marinelli  Snipers, Fenati perdeu a licença para guiar em categorias de motociclismo, segundo ordem expedida pela Federação Italiana de Motociclismo.

“Considerando a gravidade dos fatos, o pedido do Ministério Público Federal foi plenamente aceito. Assim, o Tribunal Federal ordenou a suspensão de todas as atividades esportivas e a retirada da licença de velocidade de Romano Fenati”, diz o comunicado divulgado também nesta terça.

Esporte